As irmãs não só desafiaram as chances do albinismo, como também são lindas e fazem sucesso como modelos.

Assel e Kamila, são do Cazaquistão e desafiaram as probabilidades de nasceram na mesma família e terem albinismo, mesmo com 12 anos de diferença entre elas.

Dependendo da área geográfica, as chances de alguém nascer com albinismo geralmente variam de 1 em 3.000 a 1 em 20.000. São chances muito pequenas. Pra mesma família, então…

Assel tem 14 anos e sua irmã Kamila acaba de completar 2 aninhos.

Elas possuem um outro irmão de oito anos que não tem a condição genética das irmãs.

“As pessoas ficam surpresas porque somos albinas”, disse Assel. “Muitas pessoas não sabem o que são albinos.” completou.

Quando Assel nasceu, sua mãe, Aiman ​​Sarkitov, também ficou surpresa com as características únicas da sua primogênita.

No entanto, ela nunca imaginou que teria outra filha com as mesmas condições.

Aos 10 anos, Assel iniciou uma carreira de modelo e agora, após a chegada de Kamilia, as fotos da família surpreendem pela incrível beleza das duas juntas ou separadas.

“Os médicos ficaram surpresos e pensaram que ela era russa. Então comecei a ler sobre esse assunto, aprendi que minhas filhas são albinas “, disse a mãe orgulhosa das filhotas.

Pessoas com albinismo precisam evitar danos causados ​​pelo sol na pele e nos olhos.

As irmãs sabem disso e precavidas.

“Se eu sair à tarde, coloco protetor solar, visto roupas para proteger minha pele, ou uso um guarda-chuva”, explicou Asel. “À noite, quando não há sol, é muito mais fácil para mim.”

As fotos das irmãs estão no Instagram delas – que contam milhares de seguires.

Veja mais a beleza das duas:

Com informações Nation

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here