Alan Mcfayden já é conhecido no cenário da fotografia da vida selvagem desde 2009, mas ele precisou de seis anos até finalmente conseguir registrar a foto perfeita. Segundo ele mesmo disse, foram precisamente 4.200 horas e 720.000 fotos para capturar o momento perfeito em que um pássaro martim-pescador entrava em ação com o seu mergulho.

“A imagem que eu estava procurando do mergulho perfeito, impecavelmente reta, sem salpicos, exigia não apenas que eu estivesse no lugar certo e conseguisse uma foto de sorte, mas também que o próprio pássaro a tornasse perfeita”, disse McFadyen.

“Frequentemente, tirei 600 fotos em uma sessão e nenhuma delas seria boa. No entanto, olhando para as milhares e milhares de fotos que tirei para obter essa imagem, percebo quanto trabalho fiz para obtê-la.”

O martim-pescador é um pássaro conhecido principalmente por sua plumagem bastante brilhante, o que é bastante incomum para espécie ainda mais em lugares frios.

“Lembro que meu avô me levou para ver o ninho do martim-pescador e lembro-me de me surpreender com o quão magníficos os pássaros são. Então, quando tirei a foto, voltei ao mesmo lugar para fotografá-los.”, concluiu McFadyen.

E foto é incrível, não?

Com informações Nation

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here