Todos podemos concordar que o importante é alguma vacina funcionar, então quanto mais países envolvidos, melhor! Após Oxford anunciar que a sua vacina contra Covid-19 teve resultados promissores, foi a vez da Alemanha através das farmacêuticas Pfizer e BioNTech, em testes no país, anunciar que a sua vacina teve respostas imunes “fortes”.

Os resultados foram divulgados na última segunda, 20, mesma data do anúncio sobre a vacina de Oxford. As farmacêuticas alemães revelaram que os resultados dos testes realizado foram promissores com alto potencial de imunização contra o novo coronavírus

Mas Pfizer e BioNTech ainda fora além: elas também informaram que as doses aplicadas foram verificadas e obtiveram respostas imunes “fortes” e em velocidade mais rápida ao prazo estimado das chamadas células T, consideradas fundamentais para protegerem o organismo do vírus.

Sobre efeitos colaterais, as farmacêuticas não registraram efeitos graves nas pessoas que testaram a vacina. Os contratempos mais comuns omo resultado da vacina foram leves sintomas de gripe e reações alérgicas no local que a injeção fora aplicada.

Mas as reações, de acordo com o comunicado divulgado pelos alemães é de que os efeitos aconteceram em intensidades entre leve e moderada.

“Foram situações resolvidas espontaneamente, ou poderiam ser gerenciadas por medidas simples”, diz a nota emitida.

Os avanços da vacina alemã ainda precisam ser avaliados por pares para posterior publicação em revista científica. Nesse ponto, a vacina de Oxford está mais avançada.

Com informações Metrópoles
Foto: Getty Images

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here