Os animais albinos sempre nos causam surpresas, principalmente pela sua beleza incomum. O albinismo é um distúrbio genético que produz uma redução ou ausência total de pigmento melanina nos olhos, pele e cabelo.

As tartarugas albinas são geralmente brancas, mas há algumas que têm padrões de vermelho e amarelo, fazendo com que pareçam pequenos dragões feitos de fogo ou criaturas de outro mundo, quase que como seres mitológicos.

Esses belos animais dão a impressão de terem sido pintados à mão, mas o único artista que os influenciou foi a própria mãe natureza.

Existem diferentes espécies de tartarugas albinas, algumas podem parecer amarelas sólidas sem muitos padrões, outras têm manchas e linhas coloridas, como o vermelho em destaque.

O albinismo funciona de maneira ligeiramente diferente com tartarugas, lagartos e outros répteis do que com pássaros, humanos e outros tipos de mamíferos. Os répteis albinos geralmente têm um pigmento restante na pele, e é por isso que eles podem ter essa variedade de cores: vermelhos, laranja, rosa ou amarelos.

Infelizmente, a maioria dos animais albinos tem uma vida cheia de complicações porque geralmente têm problemas de visão e são fáceis de serem detectados por predadores, o que acaba tornando a sua expectativa de vida ainda menor.

Ainda assim, é indiscutível o quanto a beleza deles encanta.

Com informações Nation

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here