Se falarmos sobre um dos filmes de maior sucesso dos últimos tempos e que voltou a ser comentado fortemente nas redes sociais, sem dúvida esse filme se chama Histórias Cruzadas. O roteiro dramático conquistou críticos e o público há nove anos, conquistando nada menos que quatro indicações ao Oscar, incluindo a categoria de Melhor Filme.

É por isso que, desde que entrou para o catálogo da Netflix e também por causa dos recentes eventos de busca pela igualdade racial, a produção a ser a mais vista nas últimas semanas nos Estados Unidos, de acordo com o relatório do site Explore Entertainment.

O filme é baseado no romance homônimo da escritora Kathryn Stockett, e foi dirigido por Tate Taylor.

Walt Disney Studios Motion Pictures

O filme levanta várias questões sobre igualdade social, inclusive, a sua protagonista, Viola Davis, disse em entrevista no passado ter se arrependido de ter participado do filme por ele não contemplar toda a visão das mulheres negras no filme.

“Já fiz papéis dos quais me arrependi? Histórias Cruzadas está nessa lista. Mas não em termos da experiência e das pessoas envolvidas, porque todas foram ótimas. As amizades que fiz são as que terei pelo resto da minha vida. Apenas senti que no final do dia as vozes das criadas não eram ouvidas. Eu conheço Aibileen. Eu conheço Minny. Eles são minha avó. Também minha mãe”.

E ainda acrescentou: “Eu sei que, se você faz um filme em que toda a premissa é que deseja saber como é trabalhar para pessoas brancas e criar filhos em 1963, quero ouvir como você realmente se sente sobre isso. Eu nunca ouvi isso durante o filme.”

Walt Disney Studios Motion Pictures

Histórias Cruzadas é um ótimo exemplo de como a temática da igualdade social precisa ser amplamente debatida, ainda mais nos dias de hoje. São discursos que precisam ser ouvidos e levados em consideração, assim como atitudes e comportamentos racistas que precisam ter um fim, definitivamente.

Com informações UPSOCL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here