Uma droga que já foi usada no tratamento do câncer foi testada por pesquisadores norte-americanos e mostrou resultados positivos em 80% dos pacientes de um pequeno grupo que estava internado com covid-19 e que se voluntariou para o estudo.

O nome da droga é a acalabrutinibe e ela age como um bloqueador da proteína tirosina quinase de Bruton (BTK) no tratamento de vários tipos de câncer sanguíneo.

A descoberta foi publicada na conceituada Science Immunology na semana passada, dia 5, por pesquisadores do Centro de Instituto Nacional do Câncer americano.

A droga foi aplicada em 19 pacientes diagnosticados com o novo coronavírus e que estavam com baixos níveis de oxigênio no sangue e evidências de inflamação no organismo, felizmente, 80% deles apresentou melhoras dos sintomas.

Os especialistas ressaltaram que, embora os inibidores da BTK sejam aprovados para tratar certos tipos de câncer, eles ainda não são aprovados para combater o novo coronavírus. O que aconteceu foram testes voluntariados com pessoas que estavam em situação grave.

Contudo, os cientistas estão otimistas e querem continuar a pesquisa com a droga para possíveis tratamentos no futuro.

Mais esperança e informação é sempre bem-vinda.

Com informações ScienceImmunolgy e Galileu
Foto: Daniel Roberts / Pixabay

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here