A mulher, de 52 anos, ficou quase três meses na UTI, sendo o primeiro caso grave de coronavírus no país. Sob muitos aplausos, ela finalmente ganhou alta e voltou pra casa. A alta aconteceu na última terça-feira, 16, no Hospital Brasília.

A Secretaria de Saúde revelou que a mulher estava no grupo de risco para o coronavírus porque tinha doenças relacionadas que agravaram por agravar o seu quadro. Ela chegou a respirar com a ajuda de aparelhos durante várias semanas e a fazer uma cirurgia na traqueia.

A paciente deu entrada no hospital no dia 4 de março, no Hospital Daher, após voltar de viagem ao Reino Unido e à Suíça, com o marido.

Com febre, tosse e secreções, logo no primeiro teste deu positivo para o novo coronavírus.

Em 6 de março, ela foi transferida para a UTI do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), referência na região de Brasília.

Já no dia 7, o Ministério da Saúde confirmou, por meio de contraprova, que tratava-se do primeiro caso de Covid-19 na capital federal.

Depois disso, no dia 18 de abril, a paciente foi transferida para o Hospital Brasília. Segundo a unidade, ela já estava curada da Covid-19 desde 9 de abril, mas precisou ficar internada na UTI para tratar dos distúrbios que já tinha e que foram agravados pelo coronavírus.

Foto: Divulgação

Em 18 de maio, ele enfim recebeu alta da UTI e foi transferida para um quarto particular.

O marido da paciente, também diagnosticado com coronavírus, sendo o segundo caso confirmado no DF, mas ele não precisou ser hospitalizado e ficou em isolamento em casa, após tentar burlar a quarentena e sair para a rua.

Com informações G1

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here