A pandemia que vivemos atualmente mudou drasticamente a maneira como estamos levando as nossas vidas. Ainda por segurança, muitas pessoas estão em isolamento social tentando não propagar a doença que, até o momento, ainda não possui uma vacina.

Embora possamos sair de casa para tratar de serviços essenciais, fica aquele gosto de quero mais quando se trata de rever os amigos, os familiares. É difícil controlar a saudade, mas é o que precisamos fazer neste momento. Contudo, uma jovem da Califórnia, Estados Unidos, teve uma criativa ideia para conseguir rever os seus avós sem colocá-los em risco.

Principalmente porque ela queria poder abraçá-los mais uma vez. Foi aí que Paige, de apenas 10 anos, trabalhou por dias seguidos para criar a cortina do abraço. Ela é feita de plástico e possui aberturas nos braços que permitem que ela e seus avós consigam se abraçar, sem nenhum contato direto que os coloque em risco. A ideia é tão fofa dessa menina que não tem como não se emocionar.

Graças à sua engenhosidade e saudade (sim, porque o sentimento conta), o projeto de Paige foi um sucesso. Ela agora consegue abraçá-los e os seus dias passaram a ser mais felizes. Dela e dos avós, na verdade.

Lindsay, mãe de Paige, e que trabalha como enfermeira Riverside Community Hospital, precisou se distanciar dos pais, mas ficou imensamente feliz com a ideia da filha e agora, podendo abraçar os pais, ela ganha ainda mais força e esperança para ficar na linha de frente no combate à pandemia.

Com informações UPSOCL
Fotos: Facebook Lindsay Lindsay

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here