O coronavírus causou sérios problemas em todo o mundo, não há dúvidas disso. E embora restrições, perdas, incertezas e isolamentos por todos os lugares, todos concordamos que quem mais sofreram foram os idosos.

Vítimas mais propensas do COVID-19, os idosos são os mais vulneráveis nesta pandemia. E deve ser assustador para cada um deles saber disso.

Casados há 70 anos, este casal de idosos teve que se separar pela primeira vez devido ao novo coronavírus, temendo que nunca mais voltassem a se ver. Felizmente, eles conseguiram superar o vírus e conseguiram se reencontrar e se beijar novamente.

Jean, 89, e Walter, 91, ambos de Nova York, sempre foram saudáveis até ano passado, quando Jean começou a mostrar sinais de demência e quebrou a pélvis após uma queda doméstica

Judy Carioto

Devido a isso, Jean precisou ser levada para um centro geriátrico. Isso, no entanto, não impediu o marido de visitá-la todos os dias. “Meu pai ia lá todos os dias e passava a maior parte do dia, no começo ele estava lá de manhã até a noite quando ela ia dormir”, falou uma das filhas do casal à CBS.

Apesar de tudo, Jean e Walter conseguiam ficar juntos e se ver todos os dias. Até que a pandemia começou e eles não tinham mais como se ver.

Jean chorava perguntando sobre o marido, que não fazia uma visita há muito tempo e ela não entendia bem o que estava acontecendo no mundo. Na época, Walter também sofreu um acidente e teve uma hemorragia cerebral, então ele teve que se submeter a uma cirurgia e depois passou por um longo período de reabilitação, informou a TVN.

A família até tentou interná-lo no mesmo lar de idosos que a esposa, mas nessa altura a pandemia já era grande demais e eles não tinha como admitir mais pessoas com o risco de infecção dos pacientes.

Suas filhas, temendo que seus pais pudessem morrer separadamente, decidiram escrever uma carta assegurando que estavam cientes da situação e que entrar no lar de idosos era um risco que seu pai estava disposto a correr.

“Temos medo de perder um deles e eles nunca mais se verão; Existe algo que eles possam fazer? Estamos prontos para correr o risco, meu pai está pronto para correr o risco ”, escreveram na carta.

O lar então respondeu: “Queremos fazer isso por você”.

Finalmente, o homem conseguiu se mudar para a casa de repouso e na última quinta-feira um vídeo foi registrado, mostrando o emocionante reencontro entre Jean e Walter.

O registro mostra como os dois deram as mãos, choraram, se abraçaram e se beijaram. “Senti tanto a sua falta”, disse Jean imediatamente para Walter,

“Oh, querido, estou tão feliz em vê-lo”, acrescentou Jean, enquanto Walter a abraçava, beijava e lembrava que ele havia passado 70 anos com ela e nunca a deixaria em paz.

O reencontro do casal logo se tornou viral e mostrou o poder do amor diante das maiores adversidades que já passamos na história da humanidade.

Com informações TVN e CBS

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here