Não sei se foi por acidente ou um descuido meu, mas ando desconfiando que parei junto com o tempo. O tempo havia parado alguns dias antes de mim e todos os lugares, em todos lares. Eu só fui parar depois.

Na minha cabeça, eu estava parado faz tempo, mas só quando o tempo de fato parou que percebi o quanto estava em movimento. Agora, eu confesso que essa pausa forçada minha e do tempo está mexendo demais comigo. O dia e a noite se inverteram e a tarde parece mais um horário contado, tipo almoço de expediente.

Desde então eu pareço mais vagar e devagar. Estou perdido ou me encontrando? Pergunto pro meu coração e ele fica batendo e batendo. Não é a resposta que eu queria, mas é a que ele tem. Confuso, passeio por cada canto de casa, tentando descobrir uma nova rota, alguma passagem secreta. Mas é tudo a mesma coisa. Os mesmos cômodos, o mesmo tempo de travessia e travesseiro.

Às vezes eu tenho sonhos acordados e às vezes eu tenho vivido enquanto estou dormindo. E o tempo segue congelado, estático, eterno. E eu também vou seguindo os seus passos.

Queria caminhar por novos cenários, mas quais cenários poderiam ser? Tudo é igual em todos os lugares e lares. O tempo parou e acho que eu também.

Quanto tempo se passou desde a primeira linha?

Imagem de capa: Unplash – Yohann LIBOT

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

1 COMENTÁRIO

  1. Esta é uma pausa indispensável para humanos que corriam demais, atropelavam pessoas e palavras e não sabiam ficar em silencio, esquecidos de rezar. Estão aprendendo agora e tomara não esqueçam que a viagem é para dentro, não para fora. Hora de se ver de verdade como se é sem os rótulos de embalagens coloridas, nem sempre condizentes com a ausência de conteúdo. Hora de pensar mais do que falar porque palavras demais não significam entendimento e empatia, apenas estresse e confusão. Alguns acharam um caminho para além de quatro paredes, aprendendo a enxergar na escuridão, galgando inexplorados universos, sensitivos que são. Estrelas brilham para eles mas para os outros, não.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui