O governo não só buscou alternativas para fazer o transporte público ser gratuito para os seus cidadãos, como também investiu para que eles fossem totalmente saudáveis ao meio ambiente. Além disso, o governo quer acabar com um dos piores congestionamentos de tráfego do mundo.

Luxemburgo agora é o 1º país do com transporte público gratuito.

A decisão vai de encontro com dados alarmantes: a capital sofre um dos piores congestionamentos de tráfego do mundo, com uma proporção entre carros e pessoas em toda a União Europeia assustadora, tornando assim a decisão mais do que sensata.

AFP

Dessa forma, mais cidadãos decidirão pelo transporte de serviço público ao invés de usarem automóveis. Sem contar na diminuição de gás carbônico que prejudica e muito o meio ambiente.

Além do compromisso com o transporte, o novo governo de Luxemburgo também está considerando legalizar o uso da maconha e introduzir dois novos feriados.

O governo já havia concedido transporte gratuito anteriormente para crianças e jovens com menos de 20 anos. Os viajantes precisavam pagar apenas US$ 2 por até duas horas de viagem, que em um país de apenas 2.590 quilômetros quadrados cobre quase todas as viagens pelo seu território.

Em uma entrevista em 2019, Geoffrey Caruso, professor da Universidade do Luxemburgo e do Instituto de Pesquisa Socioeconômica do Luxemburgo especializado em transporte urbanos, falou com a CNN sobre sua preocupação com o serviço de transporte gratuito.

Caruso acha que essa medida poderia involuntariamente deter pessoas que normalmente gostam de andar de bicicleta nas áreas urbanas. “Em vez de caminhar 500 metros, você vê um ônibus chegando e diz: Posso subir e viajar 500 metros porque é grátis”, disse.

AFP

No entanto, Caruso também acrescenta que o novo esquema pode indicar mudanças importantes para o futuro no que diz respeito a de Luxemburgo em relação a dirigir.

“(O governo) poderia dizer:” É importante que você deixe seu carro e olhe, tornamos o transporte público gratuito “, e isso pode ser útil, dada a imensa mudança cultural de que precisamos”, completou.

Com informações UPSOCL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here