O fotógrafo Joshua Cripps precisou de semanas de preparação para conseguir registrar esta fotografia perfeita em Dubai. Mas como valeu a pena.

Uma boa fotografia às precisa de características bem específicas para que saiam perfeitas. E esse fotógrafo conseguiu encontrar o momento certo para registrar um momento incrível de tão perfeito.

Joshua Cripps teve de viajar até o deserto de Dubai para conseguir capturar um eclipse chamado Anel de Fogo. A fotografia que ele fez é tão impressionante que rapidamente viralizou nas redes sociais. Cripps registrou um camelo, sendo segurado por um homem comum e ambos centralizados sob o eclipse lunar. Uma verdadeira obra-prima da fotografia.

Joshua Cripps

O site Bored Panda entrevistou esse ex-engenheiro que se dedica à fotografia há mais de uma década e comentando ao site, ele disse que para registrar esse momento único, ele precisou de muito tempo e planejamento.

“Para ser sincero, aconteceu quase por acaso. Eu já estava planejando uma viagem a bordo do Nomad Cruise, uma conferência no mar para nômades digitais, que começou em Atenas e terminou em Dubai no início de dezembro de 2019”, disse ele. Daí então um amigo recomendou que ele fotografasse o eclipse que se aproximava e ele seguiu a dica do amigo. Ainda bem!

Joshua Cripps

“Um amigo meu tem o aplicativo PhotoPills que ajuda os fotógrafos a planejar fotos e, portanto, sempre sabe quando e onde os próximos eclipses, chuvas de meteoros, a Via Láctea e tudo o que será, então ele me disse: ‘Você sabe, haverá um eclipse anular perto de Dubai no dia seguinte ao Natal. Foi quando eu decidi ficar nos Emirados Árabes Unidos para fotografar o eclipse”, contou Joshua Cripps ao Bored Panda.

Mas não foi apenas uma questão de estar no lugar certo na hora certa. Cada fotografia requer uma técnica muito criteriosa e munida de êxito para ter resultado que se quer, assim como Joshua incrivelmente foi capaz para retratar esse camelo junto ao eclipse.

“Existe um cálculo para isso chamado regra dos 100: escolha o tamanho que você deseja que o sol apareça e multiplique por 100, e isso fornece a distância de tiro. Então, para ter um sol de 3 metros, eu precisava estar a 300 metros do camelo”, disse ele.

Joshua Cripps

“A composição que eu procurava era ser um camelo e um homem parado em uma duna de areia cercada pelo eclipse. O homem e o camelo tinham que aparecer como silhuetas, o tempo todo refletindo um pequeno flash ao redor dos contornos.”, continuou.

“A ideia de sair especificamente para o deserto foi motivada pelo próprio eclipse. Embora o caminho da totalidade tenha cruzado vários países, houve várias razões pelas quais foi filmado no deserto de Dubai. Filmar no deserto significava uma chance melhor de céu limpo do que filmar em um lugar tropical como as Filipinas.” completou.

Após esse extenso planejamento, Joshua tinha apenas 23 minutos para fazer a foto perfeita, mas usou ao máximo o tempo que tinha e registrou mais de 130 capturas. Por sorte e competência, ele teve dentre todas essas a foto perfeita.

“A parte do planejamento foi de longe a mais desafiadora, especificamente para uma foto como essa, o truque era medir a distância e o ângulo entre o camelo e eu. Minha medida da altura da duna onde coloquei o camelo tinha aproximadamente 10% de incerteza e, na verdade, a duna era maior do que eu calculei”, disse.

Outro segredo que fez parte do trabalho de Joshua foi o esboço anterior que ele desenhou na areia para ajudpa-lo a se guiar e obter a foto final registrada.

Joshua Cripps

Além disso, Joshua é um fã incondicional de fotografar a lua cheia, então ele tenta fazer isso todos os meses que pode. Sua experiência nesta área extensa e você pode comprová-la nessas incríveis fotos.

Com informações Bored Panda

COMPARTILHAR

LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here