Cientistas do Reino Unido começaram a testar recentemente uma máscara capaz de detectar o novo coronavírus em poucas horas.

As máscaras foram criadas por pesquisadores da Universidade de Leicester em conjunto com a Universidade de Pretória,e absorvem gotículas do hálito do usuário com infecção bacteriana ou viral.

As máscaras contam com uma tira de álcool polivinílico que pode ser testada diretamente em laboratórios e dar resultados rápidos. Após 30 minutos, as tiras já estão aptas para ser testadas em laboratório.

Atualmente, os testes atuais para o coronavírus podem ainda podem levar cerca de 2 dias. Sem contar o preço. A máscara criada pelo cientistas custa apenas 2 libras, cerca de 12 reais e também pode detectar também a tuberculose.

Testes em pacientes com tuberculose, os únicos que foram realizados até o momento, mostraram que as máscaras podem detectar a doença em praticamente 90% dos casos.

O professor Mike Barer, da Universidade de Leicester e seus colegas ficaram animados com a criação porque o coronavírus infecta os pulmões de maneira quase que parecida com a tuberculose.

O vírus, que já tirou a vida 2.800 pessoas em todo o mundo, é transmitido por tosse e espirro. Dentre os sintomas estão incluídos a febre, tosse e falta de ar.

Os cientistas acreditam que as máscaras poderão ser testadas em pacientes reais em menos de dois meses.

Aproximadamente 83.000 pessoas em todo o mundo foram atingidas pelo COVID-19, com 19 casos confirmados só no Reino Unido até a presente data.

Com informações do Daily Mail

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here