Quando eu era criança eu era muito brava. Foi preciso muito treino e empenho para resgatar a menina delicada e gentil que existia em mim.

Então eu engoli minha natureza intempestiva e passei a ponderar. Com o tempo percebi que ponderar pode ser bom sim, mas é preciso que haja um limite para essa nossa paciente ponderação. Esse texto é para você que entende sobre se sentir apertado. Esse texto é para você que se tornou especialista em ponderar diante de situações imponderáveis.

Infelizmente, há no mundo inúmeras pessoas sem bom senso. Por querer ou sem querer elas vão te atropelar se você estiver na frente delas. Elas vão te arrastar até que você fique pequeno, quase imperceptível. Elas vão roubar seus méritos, vão roubar suas histórias, suas amizades e até sua visão de mundo. E, por incrível que pareça, elas podem fazer isso sem ter noção alguma do mal que estão te fazendo. Geralmente essas pessoas pensam apenas nelas.

Dia desses me lembrei de um antigo relacionamento meu no qual a pessoa com quem eu estava tinha a estranha mania de me empurrar para fora da cama todas as noites. Eu me lembro de ter tentado contornar a situação ficando encolhida no meu lado da cama, mas para a pessoa em questão a cama TODA era direito dela.

Logo, todas as noites eu era espremida e empurrada sem dó. Até que um dia, já não aguentando mais eu disse “Poxa, você não percebe que eu estou lá no canto da cama e que ainda assim você continua a me empurrar?” E a pessoa me respondeu: “Ah, você quer ficar na cama? Então lute para ficar na cama. Empurre, chute, grite. Enquanto você não lutar a cama vai ser TODA minha”. Logicamente com toda essa sensibilidade, esse relacionamento naufragou. Felizmente.

Na vida às vezes precisamos fazer o mesmo. Você quer seu nome de volta? Você quer suas amizades de volta? Você quer sua vida de volta? Lute, grite, empurre. Com algumas pessoas não adianta mostrar. Não adianta desenhar. Não adianta explicar. Elas acham que detém o direito sobre suas coisas e as tomarão todas, uma por uma.

Sabe aquela ponderação bonita do começo do texto? Ela não funciona com quem não sabe ver, com quem não sabe ouvir, com quem não tem empatia.
Lute por você. A sua ponderação vai entender.

Você está no chão agora, mas teu lugar não é aí. Retome sua vida e não permita que te roubem de você!

***

Acompanhe a autora Vanelli Doratioto em Alcova Moderna

Photo by Andrea Piacquadio from Pexels

COMPARTILHAR

LIVRO NOVO




Vanelli Doratioto
Vanelli Doratioto é uma escritora paulista, amante de museus, livros e pinturas que se deixa encantar facilmente pelo que há de mais genuíno nas pessoas. Ela acredita que as palavras são mágicas, que através delas pode trazer pessoas, conceitos e lugares para bem pertinho do coração.

1 COMENTÁRIO

  1. Bom texto, me ajudou bastante em uma pesquisa. Você pode escrever sobre “A importância da maturidade sentimental, e como solucionar conflitos de relacionamentos de maneira amistosa”?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here