Uma excelente notícia sobre o Coronavírus. Segundo o Ministro da Saúde do país, Roberto Speranza, médicos do hospital Lazzaro Spallanzani, em Roma, na Itália, conseguiram isolar o novo coronavírus. O que representa a possibilidade de poder estudar e conter o avanço do vírus.

“Isolamos o vírus e isso significa que temos muitas oportunidades para estudá-lo, entender e verificar melhor o que pode ser feito para impedir a disseminação”, afirmou Speranza.

A descoberta dos médicos, de acordo com o governo italiano, será compartilhada com todo o mundo, obviamente.

Na última quinta-feira (30), a Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou declarar que os casos do coronavírus são uma emergência de saúde pública de atenção internacional

Com isso, agora o próximo passo é uma ação coordenada de combate à doença deverá ser traçada entre diferentes autoridades e governos dos países já afetados pela doença e também outros.

“Devemos lembrar que são pessoas, não números. Mais importante do que a declaração de uma emergência de saúde pública são as recomendações do comitê para impedir a propagação do vírus”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Chamado de 2019-nCoV, o novo vírus está se espalhando mais rápido, apesar de matar bem menos do que os da SARS, que causou um surto na China entre 2002 e 2003, e que o H1N1.

A Sars matou 916 pessoas e contaminou 8.422 durante o período da sua epidemia.

As duas infecções são causadas por vírus da família “coronavírus” e recebem este nome porque têm um formato de uma cora.

Até o último boletim divulgado, a China já teve mais de 14 mil casos de coronavírus.

Com informações do G1

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here