Em um resultado histórico para o país, o Supremo Tribunal da Índia decidiu que as relações homossexuais não serão mais consideradas um crime. VIVA O AMOR EM TODAS AS SUAS FORMAS!

A decisão do Supremo também acaba por anular decisão uma 2013 que validava uma lei da era colonial, conhecida como seção 377, segundo a qual o sexo do mesmo sexo foi classificado como ‘contra a natureza’. Essa era uma das mais antigas leis de criminalização da homossexualidade no mundo, e índia relutou por muito tempo para revogá-la.

A lei foi anulada pela primeira vez pelo Supremo Tribunal de Délhi em 2009, mas logo depois restaurada pelo Supremo Tribunal em 2013, depois que vários grupos políticos, sociais e religiosos pressionaram pela restauração.

Ativistas da comunidade de gays e transgêneros tiveram que batalhar por muito tempo para derrubar a legislação até poderem se reunir para então celebrarem a decisão histórica nas imediações do próprio tribunal.

A lei que já durava 157 anos criminalizou certos atos sexuais “contra a natureza” e estabeleceu penas de prisão de até 10 anos para pessoas homossexuais.

De acordo com essa legislação, “qualquer relação carnal contra a ordem da natureza, com um homem, mulher ou animal” era crime. Isso significava que o estatuto também criminalizou o sexo anal e oral, afetando até mesmo as relações entre pessoas do mesmo sexo.

Felizmente a índia progrediu!

Com informações Nation

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here