Este sentimento proporciona a felicidade verdadeira, traz paz, traz bem-querer. A pessoa que sente gratidão percebe sensações de pertencimento, de humanidade.

Gratidão também gera gentileza.
Aquece o coração e faz transbordar um sentimento de querer devolver, em um momento oportuno, todo aquele amor recebido, devolver o afeto, a generosidade e toda solidariedade.

Tem gente que não reconhece, que esquece e por isso não liga, não dá valor a uma das coisas mais incríveis e fundamentais da existência humana.
Daquilo que nos aproxima na dor, nas dificuldades. Quem não reconhece, não desenvolve a reciprocidade para com quem a beneficiou e nem valoriza o que foi feito.

A gratidão é este sentimento gerador de amor verdadeiro, de concórdia, de compaixão.

Ela traz luz na escuridão, ela ameniza todas as sombras e equívocos do caminho.

Ser grato é lembrar com afeto, com amor e com carinho daquele que proporcionou algo de muito bom e bonito na sua vida. Lembrar de quem abriu uma porta, te deu uma oportunidade ou ofereceu algo que fora fundamental para sua vida em determinado momento, te ofereceu uma luz. Pode ter sido uma coisa pequena, média ou grande, mas quando se lembra, você sorri um sorriso doce, com emoção boa, emitindo muitas energias positivas a quem proporcionou tal bem, tal benefício.

Você segue mais leve por saber que existe pessoas assim na vida, no mundo, pessoas que contribuem, que facilitam a vida de outros.

Reconhecer a gratidão é trazer um pouco de todo o bem querer do outro para dentro de você e emitir muito bem querer para os outros também, em uma corrente bonita e poderosa de união.

É acreditar que o bem é sempre maior que todo e qualquer mal, é saber que a luz vence qualquer escuridão. É saber e acreditar que existem muitas pessoas generosas, amigas, que oferecem o melhor.

É sentir que somos todos Um.

Entrego, confio, aceito e agradeço.

Gratidão!

__ Patricia Tavares.

Photo by Hassan OUAJBIR from Pexels

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




Patricia Tavares
Sou Psicóloga e Reikiana nível 2, trabalho há 20 anos em consultório com psicoterapia, hipnose clínica. Já trabalhei em hospital, núcleo de violência da mulher. Acredito na vida, no amor, nos bons sentimentos, no perdão, na beleza da alma, na superação, no ressignificar, na humanidade. Adoro escrever e falar sobre sentimentos, superações, motivar pessoas, conseguir promover o melhor, despertar o que possa ser maravilhoso em cada um de nós e libertar pessoas de suas prisões emocionais, com uma nova e especial forma de viver, independente dos acontecimentos da vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here