Mas ao contrário das recentes e premiadas cinebiografias com viés musical de Freddie Mercury (Queen) e Elton John (Rocketman), o longa sobre a vida de David Bowie será literalmente um drama do início ao fim e sem contar com a trilha sonora do artista.

A informação foi confirmada pelo produtor do longa Paul Van Carter, em entrevista ao jornal The Times. Segundo ele, o filme até agora batizado de Stardust, já teve suas filmagens iniciadas, apensar do cronograma de término e do lançamento ainda não terem sido divulgados.

Para os fãs que gostariam de ver as músicas do artista no filme, Van Carter explica que a ausência delas ajudará no poder narrativo que eles querem contar: “Será um drama, um filme de arte, não uma seleção das melhores músicas”.

O filme terá o jovem Johnny Flynn vivendo o papel de Bowie. Flynn não é tão conhecido assim do grande público, apesar de estar no catálogo da Netflix com a série Lovesick, comédia britânica que durou três temporadas entre 2014 e 2018.

Johnny Flynn será David Bowie em cinebiografia

Quanto ao conteúdo da produção, sabe-se apenas que a história se passará durante a turnê do músico nos Estados Unidos em 1971, mesma época que Bowie criou o personagem Ziggy Stardust. Duncan Jones, filho do músico e diretor de cinema, já havia corroborado com as notícias de também ser contra o uso das músicas do pai para contar a sua história. A ideia é realmente realizar uma cinebiografia diferente para contar parte da sua vida.

Agora é aguardar para ver. Mais informações devem ser divulgadas em breve.

Fonte indicada: Observatório do Cinema

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here