O médico não queria deixar seus pacientes sem a atenção que mereciam e fez tudo ao seu alcance para ajudá-los, mesmo que isso significasse atendê-los na calçada um por um.

A demissão é uma das piores coisas que pode acontecer com qualquer um. Mas ser demitido sem aviso prévio pode ser ainda mais complicado de ligar, e foi exatamente o que aconteceu com o médico clínico e de saúde da família, Rodrigo Ferreira Gomes. Quando o médico chegou à maternidade do Hospital João Ferreira Gomes, no distrito de Lima em Padre Itapajé, Rodrigo recebeu a notícia de que havia sido demitido.

Segundo um morador que não quis ser identificado: “Quando ele chegou ao hospital pela manhã, um pouco tarde, já havia médicos de uma cooperativa substituindo ele e outro médico, que foi retirado da função de gerenciamento clínico devido a questões políticas, por não apoiar o candidato do prefeito. O Dr. Rodrigo foi informado pelo hospital que foi exonerado. Aparentemente, a demissão ocorreu com a mudança da direção clínica da unidade hospitalar.”

Rodrigo também esclareceu o que aconteceu. “A gerência quer justificar minha retirada porque houve um dia, duas semanas atrás, em que eles não tinham um médico para atender por uma manhã inteira, porque eu estava viajando. Eu o avisei com um mês de antecedência sobre essa viagem e tenho os documentos que provam isso. Era a obrigação do hospital fazer uma substituição. A falta de responsabilidade é deles e eles querem responsabilizar as pessoas”, contou.

Ainda segundo Rodrigo, se um médico precisar estar ausente, o Conselho Federal de Medicina (CFM) revela que é responsabilidade do diretor clínico fazer a substituição até 24 horas antes do turno. O Dr. Rodrigo trabalha no hospital há mais de seis anos e as quintas-feiras eram um dia fixo para atender os pacientes da cidade. “Meus pacientes estavam me esperando e eu disse a eles que haviam me demitido, mas que esperariam porque eu iria atender a todos. Voltei para casa e peguei uma mesa e cadeira”, disse ele.

Rodrigo voltou e atendeu os pacientes, um por um, na calçada do próprio hospital.

E a ação desse médico incrível? Esse honra o juramento que fez de salvar vidas.

Com informações Nation

COMPARTILHAR

LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here