Moça, os relacionamentos que vieram antes, não gasta a sua energia tentando esquecê-los. Não faz sentido se maltratar assim. Você não é soma deles também, ainda que tenha absorvido e trocado de casca e sentimentos em cada um. Apenas enxergue esses relacionamentos passados como filtros para quem você é no momento.

Você sobreviveu e atravessou um oceano de amores e tá aí, com fôlego, com sorrisos e com atitudes positivas sobre a vida. Moça, você não percebe? Você já superou o que passou. O que dói são só as cicatrizes que você vez ou outra tu fica encarando com um certo medo ou mágoa. Mas não faça isso. Não interrompa o teu crescimento por causa de um coração destroçado. Até porque se você é mesmo vazia por dentro, em qual lugar caberiam esses sonhos que eu sei que você têm?

Moça, não subestime o seu poder de renascer e recriar o amor. Começa pelo próprio que tudo vai ser diferente, prometo. O tempo tem umas ironias estranhas, mas ele sempre arruma um jeitinho de sincronizar com os nossos passos. Moça, o amor vem e também vai às vezes, infelizmente. Fica faltando um pedaço, eu sei. Só que ele está nas suas mãos, no seu coração que você acha que não tem mais conserto e merecimento para ser feliz novamente.

Olha pra frente e de cabeça erguida, moça. O coração recolhe e remonta os próprios pedaços quando vê seus olhos brilhando disposição de viver por mais outro dia.

Imagem de capa: Pexels

COMPARTILHAR

LIVRO NOVO




Guilherme Moreira Jr
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here