A situação no país está caótica e os céus pintados de vermelho parecem ter saído de um filme apocalíptico. É a triste realidade que a Austrália vem enfrentando no momento.

A Austrália enfrenta o que é provavelmente a maior crise ambiental de toda a sua história. Depois de semanas e meses de incêndios florestais e altas temperaturas, com máximos históricos, a terrível tragédia parece não ter previsão para terminar. Milhões de hectares e animais, aldeias inteiras, já foram consumidos pelo fogo. É simplesmente devastador.

Nos últimos dias, milhares de australianos foram forçados a fugir e se refugiar nas praias. Parece um verdadeiro inferno.

Não é um filme, mesmo que pareça. Os céus vermelhos retirados alguma ficção apocalíptica, com direito a chuva de cinzas, pessoas correndo e fugindo das aldeias para se refugiar nas praias. Sim, parece um filme de Hollywood, mas não é, infelizmente não é.

Durante esses dias, mais duas mortes foram confirmadas, cinco desaparecidas e pessoas presas (encurraladas pelo fogo) nas mesmas praias. O foco principal dos incêndios está no estado de Nova Gales do Sul, onde milhares de pessoas se mudaram para outros locais para evitar se juntar às vítimas desta catástrofe.

Mais ao sul, o fogo continua sem nenhum controle. O estado de Victoria, em East Gippsland, teve que evacuar e abrigar cerca de 4.000 pessoas na praia.

Um dos conselhos dados a eles era entrar na água, caso seja necessário.

Em lugares como Mallacoota, uma pequena cidade de Victoria, o calor e a fumaça extremos dos incêndios criaram “microclimas” com tempestades, incentivando ainda mais o fogo e espalhando o infortúnio.

A cidade está escura, com um tom sinistro de vermelho e toda a comunidade em alerta. Adicione a isso os fortes ventos que incentivam o fogo.

Até agora, o saldo de pessoas mortas em três meses de incêndios atingiu 12.

As altas temperaturas ventilam o calor e os incêndios, que nos últimos dias atingiram 45ºC, alguns dias na fronteira chegam na casa dos 50º.

De todo o coração, esperamos que o fogo dê uma trégua e que isso pare e termine de uma vez por todas.

Com informações UPSOCL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here