São várias espécies sofrendo com as mudanças climáticas e com a poluição que nós humanos causamos. Os animais precisavam caçar, mas por causa do derretimento do gelo tudo é mais complexo. “Estamos realmente a caminho de destruir nosso planeta”, disse o fotógrafo que capturou a imagem.

Danny Sullivan, um fotógrafo de Los Angeles, Estados Unidos, registrou uma série de imagens entristecedoras que ilustram muito bem o efeito causado pela poluição, pelo plástico e mais ainda pelo clima que muda a cada dia mais em nosso planeta.

Deveria ter sido uma cena fofa: dois jovens ursos polares curtindo uma tarde juntos. Mas em vez disso, tudo o que ele conseguiu registrar foi o desespero deles na procura por alimento.

Os ursos infelizmente lutavam por um pouco de lixo plástico de tão famintos e desesperados que estavam, já que não conseguia encontrar alimento nas encostas. Um deles chega a colocar o nariz em um tambor de leite, enquanto em outra foto o urso brinca com restos de lixo.

Media Drum World

“As fotos foram tiradas no início de outubro, em anos anteriores, que toda a área já estaria a um metro e meio abaixo. Eles não teriam tido a oportunidade de chegar ao plástico, teriam sido enterrados”, disse Sullivan, segundo o portal Daily Mail.

“No entanto, esse não é realmente o ponto: o plástico não deveria estar lá em primeiro lugar. O que um tambor de plástico estava fazendo aqui no Alasca? Simplesmente mostra que o que estamos fazendo é ter efeito em todos os lugares”, acrescentou.

Media Drum World

Sullivan também alertou para a grande possibilidade dos ursos terem ingerido plástico. O fotógrafo não pôde ir ele próprio remover o lixo, pois representava um grande perigo para ambas as espécies.

“Os ursos polares gostam de pesquisar e explorar coisas novas e geralmente fazem isso com a boca; Não sei se eles engoliram algum plástico, mas não me surpreenderia se tivessem engolido”, disse ele.

Essa cena é triste e não é a primeira – e infelizmente não é a última – que veremos nos próximos anos se tudo continuar do jeito que está.

“Isso é o que fizemos ao planeta e, embora tenhamos o poder de alterá-lo, as garrafas derivadas do cânhamo e outras substituições de plástico ainda não são a corrente principal e as empresas não estão fazendo o suficiente. Estamos realmente a caminho de destruir nosso planeta”, disse protestando o fotógrafo.

Media Drum World

“Eu realmente espero que as pessoas vejam essas fotos e pensem” uau “, realmente precisamos começar a mudar a maneira como operamos. O lixo plástico não tem lugar em lugar nenhum, mas certamente não nos centros de vida selvagem do Alasca”, finalizou.

Com informações UPSOCL

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui