Os estudantes do colégio são incentivados a realizar ao menos um ato de bondade por dia. Pode ser ajudar alguém da família ou um estranho na rua. As quintas-feiras são reservadas para atos de bondade própria, visando o seu bem-estar mental e emocional.

A escola Gaelscoil Mhíchíl Uí Choileáin em Clonakilty, na Irlanda, decidiu implementar uma mudança diferente em seu projeto educacional: encerrar todos os tipos de lições de casa no mês de dezembro e substituí-los por atos de bondade.

Nas semanas que antecedem férias, os alunos recebem um ato de bondade específico por dia. Às segundas-feiras, eles devem se comunicar com uma pessoa mais velha. Às terças-feiras, eles devem ajudar um membro da família e fazer algumas das tarefas de casa sem que ninguém tenha pedido. As quartas-feiras são para atos aleatórios de bondade de qualquer tipo e com qualquer pessoa, e às quintas-feiras devem fazer algo gentil para cuidar do seu próprio bem-estar mental e emocional.

Além de realizar esses atos, as crianças devem registrar tudo numa espécie de diário de “bondade”, como forma de complementar os atos e também mostrar pra eles a importância dessas gentilezas diárias.

A escola também criou um “cubo de bondade”, onde os alunos podem escrever e depositar observações e afirmações positivas para aumentar a autoestima dos seus colegas de escola. Nas manhãs de sexta-feira, algumas dessas mensagens são aleatoriamente escolhidas e lidas em voz alta para que todos possam ouvir.

Esse novo programa educacional já se encaminha para o seu terceiro ano consecutivo em 2019. No ano passado, o foco foi a gratidão, que resultou em um “enorme sucesso e positividade”, escreveu o colégio na sua conta no Facebook.

A diretora assistente Íde Ní Mhuirí escreveu na época: “Estamos encorajando nossos alunos a pensar sobre o verdadeiro espírito do Natal, o espírito de bondade e generosidade. Com tanta ênfase no aspecto materialista e comercial do Natal, costumamos ignorar o que realmente é … Boa vontade!”

“Infelizmente, nem todos estão em condições de curtir o Natal, alguns estão sozinhos, alguns estão tristes, alguns podem desejar o que não têm e outros simplesmente não gostam das festividades. Mas não há ninguém neste mundo que não se beneficie de um ato de bondade, e a alegria da bondade é que não custa nada”, continuou.

A escola busca enfatizar a importância desse espírito de generosidade ser mantido também para o resto do ano. “Neste mundo, consumido pelas redes sociais, onde nossos jovens estão constantemente sob pressão, não há melhor maneira de mostrar a eles o caminho a seguir no mundo do que praticando a bondade. Todos sabemos que ajudar os outros nos faz sentir bem consigo mesmos … O que não devemos amar nisso? O fator de se sentir bem que experimentamos ao ajudar os outros não pode ser quantificado. Nossa mensagem para as crianças é muito simples: elas podem ser a razão pela qual alguém sorri hoje e podem definitivamente ajudar a tornar este mundo um lugar melhor para os outros e para si mesmos”, estava na publicação do Facebook.

Com informações UPSOCL

Pixabay

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here