Finalmente olhando para o presente e pensando no futuro, a Avon, uma das gigantes do ramo de cosméticos mundial, anunciou essa semana que está banindo todos os testes dos seus produtos feitos com animais.

A Avon informou que o banimento da prática também será aplicado inclusive na China, país onde até então o experimento em animais para testar protetores solares e desodorantes é obrigatório por lei. Com isso, a marca continuará no mercado chinês, mas apenas produtos adaptados que não precisem infringir a lei do país a respeito do teste obrigatório em animais do qual o país é a favor.

Uma das alternativas para a China será a abertura de novos canais para compra, incluindo o de e-commerce, bastante comum hoje em dia com a globalização.

Ainda segundo a Avon, os testes de vários dos seus cosméticos já são feitos via métodos alternativos aos testes em animais há muitos anos em parceria com organizações como o Instituto para Ciências In Vitro, FRAME e a Humane Society International.

Com a preocupação de garantir a qualidade e a segurança dos produtos, a empresa também afirmou que continuará trabalhando com essas e outras organizações que tenham a mesma visão de impulsionar a indústria “cruelty-free”, que em português significa “livre de crueldade”.

No Brasil, os testes em animais já não ocorrem há cerca de 30 anos.

Em nota oficial, José Vicente Marino, presidente da companhia, disse: “Não acreditamos que os testes em animais sejam necessários para garantir a segurança de um produto”.

A Avon faz parte da Natura&Co, a maior empresa brasileira do segmento de cuidados e higiene pessoal, de acordo com a Euromonitor International.

Com informações da Veja

COMPARTILHAR

LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here