Por causa do apelo de uma mãe que faria tudo pelo seu filho, a fábrica da marca de massas e biscoitos Vitarella voltou a produzir o produto favorito desse menino: o biscoito de chocolate amanteigado Treloso.

O Treloso é o único lanche que Davi, de 10 anos, e é autista com uma séria seletividade alimentar, gosta. Tirando é claro os alimentos do cotidiano do brasileiro e as clássicas guloseimas amadas pelas crianças. Mas para o desespero dos pais, Davi gosta mesmo é do Treloso.

Entre uma tentativa e outra ao longo dos anos de Davi gostar de alguma coisa, o menino acabou gostando do biscoito de chocolate amanteigado, produto que consome diariamente nos lanches da tarde e da noite.

A preferência pelo biscoito levou Adriana a fazer uma quantidade grande de estoque dele em casa, temendo que um dia os lotes acabassem ou que deixassem de ser produzidos e até mesmo tivessem sua fórmula alterada, fato que infelizmente acabou acontecendo recentemente.

Há alguns dias, após as compras comuns de mercado, Adriana reparou que a bolacha havia sofrido uma pequena mudança, suficiente para que Davi rejeitasse o biscoito.

“Na escola, precisa ser outro. Mas, em casa, tem que ser biscoito Treloso amanteigado de chocolate e da embalagem transparente. Davi é totalmente visual. Não pode ser a embalagem unitária, precisa ser a embalagem que vem com três pacotes. Então, compramos o biscoito e a produção estava diferente. O biscoito estava com furinhos. Não seria defeito, era mudança na fabricação mesmo. Fomos em três supermercados e todos estavam assim. Resumindo: Davi estava sem lanche.”

Adriana conta que após comprar vários pacotes do modelo novo, ainda tentou fazer Davi se acostumar, mas foi tudo em vão.

Perdendo as esperanças, Adriana decidiu tentar entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor da fábrica para narrar a dificuldade e acabou ficando surpresa com o feedback recebido da empresa.

“Achei o contato do biscoito Treloso através do Facebook. E mandei mensagem privada. Não esperava um retorno. Foi só uma tentativa. Contei a história e, no dia seguinte, uma pessoa entrou em contato comigo pelo Facebook. Pediu meu telefone e disse que me daria um retorno. Tudo se resolveu em quinze dias.”

“Pense numa mamãe feliz. Não foi nem o fato deles (a empresa) terem mandado pra mim uma caixa, foi a importância de mudarem a produção por causa dele (do Davi). Isso foi demais pra mim”.

Como resposta, a empresa admitiu que o biscoito teve mudanças na sua fórmula, mas por causa do pedido dessa mãe, voltou imediatamente a produzir o Treloso do jeitinho que Davi conhecia.

Além disso, a Vitarella avisou que enviaria um kit com vários biscoitos de brinde para Davi.

Adriana fico muito grata pela situação toda e também acrescentou que para superar os desafios diários de ter um filho autista, requer muito amor e, acima de tudo, paciência.

“Lutamos diariamente para que sejam inseridos outros alimentos na dieta do Davi. Estamos aos poucos conseguindo. Mas, o lanche ainda precisa ser esse. Portanto, quando alguém se importa com uma dor que não é sua, esse alguém faz muita diferença na vida da gente”, finalizou.

Fonte: TNH1/Fotos: Reprodução

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here