Shreyaa Venkat começou com esse lindo trabalho voluntário com 9 aninhos, seguindo os passos dos próprios pais. Hoje, a jovem administra quatro diferentes programas de voluntariado. E tudo isso só nas horas vagas em que não está no colégio.

A jovem de 17 anos já ajudou a alimentar 12 mil pessoas nos EUA através da ONG NEST4US, que fornece alimentos e outros tipos de suprimentos para desabrigados das ruas de Washington, capital americana.

Gosto de fazer coisas boas, mas prefiro fazê-las com amigos. Isso me traz muita felicidade e alegria para ajudar”, conta.

O NEST4US foi concebida quando Shreyaa reparou na grande quantidade de desperdício de alimentos e em quantas pessoas com fome estão por aí, precisando apenas que alguém disposto a ajudar o próximo se manifeste.

“Havia um sem-teto parado em uma esquina em Washington DC e ele estava segurando uma placa que dizia ‘Hungry Need Food’ – Faminto precisa de comida, em tradução livre”, lembra ela.

“Então, eu dei um almoço para ele – era apenas uma banana, uma barra de granola e uma água – e todo o rosto dele se iluminou. Eu descobri que ele não comia há uma semana! Era tão fácil, que levei apenas 30 segundos, e isso realmente o ajudou. ”

Conversando depois com diverso empresários, ela decidiu pessoalmente, que deveria pedir doações.

Além disso, voluntários começaram a pegar a comida excedente – desde pães, saladas ensacadas e pratos quentes – e entregar em abrigos e despensas locais.

“Felizmente, existem tantas pessoas que querem ajudar, tudo que você precisa fazer é pedir a elas.”

“Temos 1,5 vezes a quantidade de comida que precisamos para alimentar todas as pessoas no planeta, é apenas uma questão de distribuição”, diz ela com naturalidade.

Ajudar os outros tornou-se o seu estilo de vida, tanto que no seu 13º aniversário, ela celebrou em um abrigo para sem-teto, levando a sua própria festa para eles em vez de esperar presentes para si mesma. A coisa dão tão certo que virou uma tradição que ela e sua irmã continuam até hoje.

A jovem sabia que aquelas pessoas precisavam de mais do que apenas comida. Elas precisavam de carinho também. Então, ela passou a recrutar voluntários com várias idades para escreverem mensagens que são anexadas às doações.

“Para todos que dizem não saber como ajudar, eu digo a eles para escreverem notas de encorajamento – qualquer pessoa em qualquer lugar pode fazer isso e isso realmente significa muito”, diz ela.

Com informações do MSN

COMPARTILHAR

LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here