Bruno e Gabriel, ambos com 13 anos e alunos do 8º ano de uma escola pública no interior de São Paulo, desenvolveram somente com sucatas, um carregador de celular que funciona com energia solar.

Os jovens estudam na Escola Estadual João Arruda Brasil, localizada em Guararapes.

A ideia e a execução da invenção aconteceu durante a disciplina de designer de produtos sustentáveis da escola e foi selecionada como finalista na Feira de Ciências das Escolas Estaduais de São Paulo (FECEESP).

“Foi proposto aos alunos que eles trouxessem um tema sustentável para ajudar o meio ambiente. Então, surgiu a ideia de fazer o carregador fotovoltaico”, disse ao G1 a professora e a orientadora do projeto, Ana Paula de Souza Rubbo.

A ideia era fazer com que os alunos pensassem e tentassem construir algum objeto que tivesse como objetivo a sustentabilidade.

Depois da ideia aprovada, Bruno e Gabriel procuraram por peças eletrônicas que eventualmente seriam jogadas no lixo em empresas do município.

“Nós pesquisamos se teria como fazer um circuito elétrico utilizando energia solar. No começo, nós utilizamos as placas compradas, mas depois fizemos um inteiro de sucata”, disse Gabriel.

“Para esse projeto, nós pensamos na sociedade através de dois problemas que, não só acontecem na nossa cidade, mas no mundo inteiro. O primeiro é a questão do lixo eletrônico, que afeta demais a natureza e nós humanos. A segunda é a energia não renovável e renovável”, revelou Bruno.

Com informações do G1 /Imagens Reprodução/TV TEM

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here