Estou com saudades de mim
Não sei mais onde me encontrar
Tenho procurado há tanto tempo
Não sei onde me perdi
Mas continuar assim não dá
Preciso voltar a sentir a minha alma
Passei muito tempo olhando para fora
Ora me fundi no meu parceiro
Vivendo somente para a relação de casal
Ora busquei ajudar os outros, salvar o mundo
Sempre fugindo de mim
Não olhando para as minhas necessidades
Não encarando os anseios do meu ser
E assim fui definhando
O corpo começou a reclamar
A mente, a se confundir
As emoções, a se misturarem
Uma bagunça, enfim
É chegada a ora do reencontro
Eu, comigo mesma
Com minhas individualidades
Minhas sombras e medos
E com a vastidão de virtudes que das quais tenho uma vaga memória
Com os meus sonhos
E com o brilho do meu olhar
Não vejo a hora
De me resgatar
Assim, tão logo eu me encontrar…

***

Photo by Ana Francisconi from Pexels

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Susiane Canal
“Servidora Pública da área jurídica, porém estudante das questões da alma. Inquieta e sonhadora por natureza, acha a zona de conforto nada confortável. Ao perder-se nas palavras, busca encontrar um sentido para sua existência...”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here