Istambul é uma cidade com um problema: ela tem poucos espaços verdes. E é por esse motivo que a cidade decidiu instalar um parque nas alturas, a fim de aproveitar o espaço, reconectar as pessoas com a natureza e proporcionar vistas incríveis,

A estrutura foi pensada como uma história de amor entre as pessoas e a natureza. O Parkorman Park criará uma experiência única entre os visitantes e a floresta.

A empresa por trás do projeto é a Bilgili Holding e sua equipe de tecnologia Dror criou um parque que possui corredores elevados que se cruzam dentro e fora das árvores.

O parque está localizado ao norte da cidade e tem como objetivo atrair até moradores para o parque, além de ser um plano para preservar a vida existente na floresta e complementar a área com estruturas surpreendentes que convidam à interação.

O parque tem inclusive trampolins e redes para aproveitar e descansar cercados pela vegetação.

Com informações Nation

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

  1. Ótimo para as pessoas mas não pensaram no passarinhos e nos seus ninhos que costumam ser construídos no topo das árvores, porque instintivamente sabem que humanos não são confiáveis, ao contrário são curiosos, impertinentes e gostam de incomodar bebês animais quando não os seqüestram. Pessoas não deveriam chegar tão perto deles, invadindo a privacidade destes pequeninos lares tão cheios de amor, onde asas trêmulas esperam o alimento sem duvidar que vão chegar, na quantidade e na hora certa. Quanto mais longe melhor, já que estamos carecas de saber que, nem mesmo animais selvagens, de grande porte e ferocidade, estão imunes às armadilhas de caçadores cruéis ou de suas balas emboscadas, no solo sagrado deles, onde lhes foi concedido, mas roubado, o direito de viver em paz. Não deveríamos chegar tão perto destas palhas trançadas em mandalas divinas para conter anjos minúsculos que aprenderão a voar e a cantar, louvando o Criador e bendizendo o novo dia, se deixarem. Humanos já ultrapassaram limites eticamente permissíveis de ser transpostos, construindo cidades sobre as casas deles, expulsando animais, reais proprietários do espaço e agora viajaram nessa de atingir galhos que se supunha inatingíveis, mas que não eram. Mas verdade seja dita, muito bonito o parque com seus corredores harmoniosos, trampolins e redes, porém desnecessário, ecologicamente incorreto e ousadamente petulante e atrevido para as aves que se julgavam acima de tudo e de todos, mas lamentavelmente estarão muito mais perto do inimigo, agora; que pena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here