Ela é voluntária em um zoológico no Kansas, EUA, e salvou a vida de uma borboleta com uma técnica aparentemente simples, mas a sua história já está correndo o mundo.

Katie VanBlaricum, de 36 anos, fez um transplante de asa em uma borboleta e a fez voltar a voar, usando nada menos que uma fita adesiva, cola e alfinetes.

A borboleta, da espécie monarca, tinha perdido um pedaço da asa e Katie temia que ela morresse por causa da fragilidade.

Mas a voluntária foi agiu e usou um pedaço de asa de uma outra borboleta morta para fazer o transplante.

Passados alguns dias, a borboleta voltou a voar e se despediu desconhecida, mas “amiga” humana.

“Eu estava ajudando o zoológico a marcar as borboletas quando uma senhora me disse que uma delas estava com a asa quebrada e que teria que colocar no freezer.

Eu já havia feito um transplante no passado e levei a borboleta pra casa comigo.”

Katie trabalha com borboletas mortas para sua empresa Insect Art, que cria jóias e outras molduras usando insetos mortos.

“Eu tenho muitas borboletas mortas em minha casa, então eu tinha muitas opções para escolher. Consegui encontrar uma asa que tivesse o mesmo tamanho e formato pra que pudesse dar certo”, explicou.

A borboleta perdeu a asa depois que estudantes tentaram retirá-la de uma rede que ficou presa.

Com informações do The Washington Post

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here