Hey, escuta só, não tira o sorriso do rosto por besteira não, não desveste tua face de um sorrir bonito só porque alguém não entende teu jeito de ver o mundo. Se você por acaso achar que ninguém se importa com você, lembre de uma única vez em que você estendeu a mão; o amor que tu emana ainda é motivo pra seguir.

Vão falar de ti, criticar seu silêncio ou sua voz alta, vão notar sua saia curta ou longa e até o seu corte de cabelo, mas teu corpo é uma casa, sua casa, e é você quem tem que se sentir bem aí; abra as cortinas, deixe o vento entrar e não se intimide com o olhar da vizinhança que mal cuida do seu jardim.

Não alimente a solidão criando barreiras, não impeça que o amor sorria pra ti vez ou outra e não perca a fé na humanidade nunca; mas, se precisar silenciar não peça licença. Não foi sempre suas maiores atitudes, mas o cuidado nos teus olhos que salvaram alguém, estes teus olhos que ainda veem beleza em tudo.

Se você achar que não é suficiente, pare um instante; há quem se espelhe em ti, então continue. Nem todo mundo com quem você vai cruzar conhece tuas cicatrizes, nem todos devem conhecer. Lembre-se sempre das suas alegrias e não esqueça de agradecer. Há em algum lugar do mundo, alguém que sorri apenas pelo fato de você existir.

***

Imagem: reprodução autorizada. Fonte Instagram

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Giovane Galvan
Giovane Galvan é taurino, apaixonado e constantemente acompanhado pela saudade. Jornalista, designer, produtor e redator, escreve por paixão. Detesta futebol e cozinha muito bem. Suas observações cotidianas são dramáticas e carregadas de poesia. Gosta do nascer e do pôr do sol, da noite, mesas de bar e do cheiro das mulheres pra quem geralmente escreve. Viciado em arrancar sorrisos, prefere explicar a vida através de uma ótica metafórica aliando os tropeços diários a ensinamentos empíricos com a mesma verdade que vivencia. Intenso, sarcástico e desengonçado, diz que tem alma de artista. Acredita que bons escritos assim como a boa comida, servem de abraço, de viagem pelo tempo e de acalento em qualquer circunstância.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here