O advogado também conseguiu um curso de manicure para a doadora, além de pagar todo um tratamento dentário pra ela! Gratidão é o nome!

A gratidão é uma das coisas mais bonitas do mundo e tentando recompensar a doadora de medula que curou sua leucemia, o advogado Gabriel Massote Pereira, decidiu fazer criar uma vaquinha virtual e conseguiu comprar uma casa novinha em folha para Elza dos Santos.

Elza, que mora em Ariquemes (RO), deixou tudo de lado para sair de seu estado natal e ser a doadora do Gabriel. Sem emprego, com dificuldades financeiras e deprimida com morte do pai, Elza não tinha casa própria e vivia de favor nos fundos de uma igreja com o seu marido e os dois filhos.

Apesar de não ter muito conhecimento sobre o assunto, ela resolveu se inscrever no Redome, o Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea, visando fazer uma boa ação. “Eu na época tinha meu pai de cama e sabia o quanto as pessoas sofrem quando estão doentes. Se eu um dia pudesse ajudar alguém…”

E ajudou! Gabriel está completamente recuperado da leucemia.

Como forma de agradecer e recompensar de alguma o mínimo que seja sua salvadora, Gabriel e sua esposa, Ana Gabriela, fizeram uma vaquinha virtual com o objetivo de dar uma casa nova à sua doadora de medula. Arrecadaram R$ 117 mil ao todo (R$ 45 mil só da vaquinha).

Com o dinheiro, Elza conseguiu realizar dois sonhos: ter a casa própria e se casar.

Como forma de presentear Elza, o programa Caldeirão do Huck, da TV Globo, bancou tudo do seu casamento.

“Quando a gente verificou que o nosso rendimento (no The Wall) não foi o esperado, a gente decidiu criar uma vaquinha online para poder acudir também o outro sonho da Elza. No programa, criamos muitas expectativas em relação a poder dar uma melhor condição de vida para a Elza e a família”, lembra Gabriel.

“E como a história mexeu com tantas pessoas, decidimos criar essa vaquinha. Foi uma campanha de pouco mais de 90 dias, em que 465 brasileiros se uniram nessa missão de dar a ela algo que, para ela, era muito caro, que era ter um lar. A Elza já morou à beira de rodovia. Agora, ela fala para mim: ‘Gabriel, hoje eu moro em uma mansão”, conta.

Gabriel também montou um salão de beleza no fundo da casa de Elza para que ela possa conseguir uma renda extra. E ainda arrumou um curso de manicure pra ela, além de pagar todo um tratamento dentário para ela.

“Com o valor adquirido (R$ 117.161,09), compramos a casa da Elza, construímos um salão de beleza para que ela tenha sua própria renda e fizemos a reforma. Com o valor restante, investiremos em capacitação profissional e insumos para o novo negócio da família. Através de parceiros e amigos, conseguimos um tratamento dentário completo para ela”, relata Gabriel.

“Ela, o marido, os filhos e a comunidade se empenharam em fazer a reforma da casa. Foi muito lindo vê-los cuidando daquilo que, a partir de hoje, é deles. Viajei achando que ia entregar uma casa e, quando cheguei lá, encontrei um lar recheado de Deus, carinho afeto e cuidado. Através da história da Elza, eu, como ser humano, aprendi muito mais do que em qualquer universidade“, explica.

“A vida sem solidariedade não é uma vida plena”, afirma o advogado, quando falou sobre a gratidão que tem pela atitude da mulher que salvou sua vida.

Fonte: Caldeirão do Huck/Gshow

COMPARTILHAR

LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here