A cantora, compositora, atriz, diplomata e empresária Rihanna, ajudou não só financeiramente, como também carregou baldes de água e também de areia sobre a cabeça para ajudar a construir um hospital.

Rihanna foi fotografada ajudando os trabalhadores locais do Malaui a buscarem areia e água com um balde sobre a cabeça, literalmente. A cena inusitada para muitos famosos aconteceu semanas depois dela ser nomeada “Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária” de seu país natal, Barbados, por promover educação, turismo e investimentos.

“Rihanna tem um profundo amor por este país e isso se reflete em sua filantropia, especialmente nas áreas de saúde e educação. Ela também mostra seu patriotismo na forma como ela retribui a esta nação e continua a valorizar a ilha como sua casa”, disse a primeira-ministra Mia Amor Mottley.

No início de 2019, Rihanna e sua Fundação, a Clara Lionel visitaram o Malaui, um dos países mais pobres do mundo, com a ajuda das ONGs Global Citizen e a Global Partnership for Education (Parceria Global para a Educação, em tradução livre).

Em um curto documentário, a embaixadora da GPE expressa seu desejo de aprender mais sobre a nação africana e como combater os desafios que o Malaui enfrenta nos setores educacional, especialmente com a falta de recursos, o que muitas vezes leva a baixo número de crianças alfabetizadas e altas taxas de desistência ainda no ensino fundamental, consequentemente.

A cantora e centenas de outras personalidades, desde artistas à empresários arrecadarem cerca US$ 3,1 bilhões (R$ 11,5 bilhões) este ano, dinheiro está sendo utilizado no combate à pobreza ao redor do mundo.

“A falta de acesso à educação para crianças em todo o mundo é um problema enorme, mas isso não significa que devemos nos desesperar e nos render”, disse Rihanna em um artigo publicado no jornal inglês The Guardian.

“Em vez disso, precisamos assumir o desafio para dar o exemplo e fazer a diferença. Isto é o que me levou a priorizar a educação global no meu trabalho de filantropia e advocacia.”

Na sua infância em Barbados, Rihanna acrescentou, que ela reconhece que teve acesso à educação, e isso foi fundamental para a sua vida. Em muitas partes do mundo, as crianças são impedidas desse mesmo acesso devido à pobreza, ao extremismo político, guerras civis, sexismo etc.

Para ajudar a tornar essas desigualdades ainda mais raras, ela renovou seu pedido de apoio à Parceria Global pela Educação (GPE) e seus esforços para combater o déficit educacional em todo o mundo.

Rihanna também chamou à batalha sua própria fundação e doadores para atrair e engajar tanto líderes mundiais quanto políticos, com o objetivo de alcançar mais e mais pessoas dispostas a participar do projeto.

Fonte: Edge

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here