Um violinista profissional vem fazendo esse trabalho incrível com cãezinhos que foram maltratados e agora vivem em um abrigo.

Martin Agee é um dos vários voluntários da ASPCA – Sociedade Americana para a prevenção da Crueldade ao Centro de Adoção de Animais – em Nova York e ajuda na recuperação de abusos e negligências contra os animais.

Há 30 anos, o Martin se apresenta frequentemente no Carnegie Hall e no Sydney Opera House, dois dos locais de música mais renomados do mundo. Mas há dois anos, o lugar favorito dele para tocar é junto aos animais.

Toda semana Martin Agee pega o seu violino e vai para o Centro de Recuperação de Animais, onde muitas vezes é recebido com grande festa pelos cãezinhos. Ao chegar, Martin se senta em uma cadeira e começa a tocar sonatas suaves de compositores clássicos como Bach, Handel e Mozart.

“No instante em que o arco bate na corda, você recebe uma reação como “O que aconteceu?” É impressionante ver”, diz o músico.

De um jeito mágico, Martin ajuda na cura de qualquer sintoma que os cães possam ter na hora, além de mantê-los numa espécie de hipnose coletiva.

A música é a sua ponte para o relaxamento. Todos os cães prestam atenção quando Martin toca.

“É uma experiência emocional”, disse ele. E é assim “desde o primeiro dia.”

O músico começou a trabalhar na ASPCA como forma de se reaproximar dos animais de estimação, após a morte de seu gato, Melody.

A perda foi difícil, claro e “pesou muito” na vida dele por vários anos.

Mas após um tempo, ele virou coordenador de adoção no abrigo que tinha adotado Melody em Nova York.

“Eu quase disse brincando para algumas pessoas: “Bem, talvez eu toque meu violino para os cães quando estiver lá”, lembrou. “Mal percebi que isso se tornaria realidade.”

O simpático músico ficou curioso com o programa de histórias da ASCPA, no qual os voluntários liam livros , revistas e outros materiais para ajudar a socializar e acalmar os cães vítimas de maus-tratos, como parte da reabilitação deles.

“O que vimos é que o programa de contar histórias fez um mundo de diferença para nossos cães”, declara Kris Lindsay, diretor sênior da ASPCA.

A equipe apoiou a ideia de Martin de tocar violino para ver como os cães reagiriam à sua música, o que imediatamente provou ser um sucesso.

Só tem alguns lados ruins: quando alguns dos cães são adotados, Martin sente falta deles, mas nada supera a gratidão em saber que eles passaram para o próximo capítulo de suas vidas.

“E talvez haja música lá também”, disse ele esperançoso.

Kris Lindsay, diretor sênior da ASPCA, contou que a música de Martin tem sido uma adição ímpar para o programa.

“É realmente incrível ver o impacto que a música dele causa nos cães e a rapidez com que eles respondem”, concluiu.

Com informações do Today

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here