O incentivo e a gentileza são os melhores remédios para pais que desejam que seus filhos cresçam com menos ansiedade e ainda tenham um bom desempenho escolar.

Um estudo recente indicou que os alunos cujos pais enfatizam a gentileza no seu crescimento sobre as expectativas de realização não são apenas mais felizes, como também conseguem melhores resultados na escola.

O estudo foi conduzido por pesquisadores de psicologia em universidades do Arizona, Columbia e Oklahoma. No estudo, os pesquisadores pediram que 506 alunos da sexta série classificassem o que eles acreditavam ser o mais reconhecido pelos pais.

A lista da pesquisa incluía três metas orientadas para a realização e três voltadas para o comportamento social.

O resultado da pesquisa foi interessante: eles descobriram que estudantes cujos pais valorizavam notas mais do que
a bondade para com o próximo não obtiveram melhores notas, mas sim desenvolveram níveis elevados de estresse, especialmente se os pais eram mais críticos.

Two girls celebrating exam results in school corridor

Já no caso dos estudantes cujos pais enfatizaram a bondade tanto ou até mais do que os resultados acadêmicos, estes tiveram níveis mais baixos de ansiedade e até depressão, além de menos problemas de comportamento, notas mais altas e uma maior autoestima.

Os resultados também revelaram que a pressão por boas notas, a perseguição por melhores universidades e estabilidade financeira, foram associadas a níveis elevados de desajustes, estresse crônico e diminuição da qualidade de vida.

Os pesquisadores sugerem que os pais tentem se concentrar mais em apoiar quando o seu filho está passando por dificuldades na escola.

Ou seja, pergunte ao filho como pode ajudar em vez de criticá-lo num primeiro momento.

Matéria com informações do site Sunnyskz

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here