É isso mesmo, os pais de uma cidade americana podem acabar gastando muito dinheiro se tiverem um filho que gosta de cometer abuso com outras crianças. Isso porque um colégio por lá está aplicando multas de US$ 313 dólares pelo comportamento de quem praticar Bullying.

Essa nova lei na cidade começou em meio a uma crise por causa dos altos números de assédio nacional e global. O que antigamente era encarado como brincadeira e pequenos insultos no pátio da escola agora é muito sério. Devido ao rápido aumento das redes sociais e ao anonimato de aplicativos de aplicativos como o Snapchat, o assédio e o cyberbullying tornaram-se mais fáceis e, infelizmente, as consequências são devastadoras muitas vezes.

A coisa funcionará assim: antes de uma multa ser aplicada aos pais, eles primeiro receberão um aviso, de acordo com o Departamento de Polícia da cidade. No entanto, se a criança for pega praticando bullying após o aviso, as multas aumentarão.

De acordo com a tribuna da cidade, o resumo da nova lei diz:

“A ordenança proíbe bullying ou assédio, proíbe retaliação contra qualquer pessoa que denuncie bullying ou assédio e também responsabiliza os pais e responsáveis ​​por esse comportamento de crianças menores de 18 anos. Inclui uma multa de US$ 50 pelo primeiro crime de bullying de uma criança, mas adicionará US$ 313 uma vez que as custas judiciais sejam levadas em consideração. Os pais receberão um aviso por escrito antes de emitir uma intimação, de acordo com a ordenança.”

Se depois de 90 dias após o primeiro aviso não houver melhora e seu filho for reincidente nas agressões, a multa aumentará para US$ 366 para os pais. Se houver uma ofensa subsequente depois disso, a multa dá um salto gigante para US$ 681 dólares.

O departamento de polícia e a comunidade esperam que esta nova lei ajude a impedir o assédio e o cyberbullying no lugar.

Em cidades próximas, onde já existe um funcionamento dessa lei, os habitantes viram uma diminuição na incidência de assédio sem a necessidade de emitir uma multa. Até agora, a polícia apenas teve que emitir avisos e os pais foram capazes de corrigir qualquer problema com seu filho.

O que você acha dessa lei? Você acha que deveria ser implementada no mundo inteiro?

Com informações do site Nation

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here