Às vezes o medo de perder nos invade e nos imerge em sua atmosfera. E assim, preso por ele, tudo ao nosso redor parece diferente, nublado. É como se estivéssemos usando óculos embaçados e nossa visão estivesse ficasse manchada por pequenos ou grandes pontos.

Eles são os pontos das suposições, do nosso “e se…”, “talvez…” ou nosso “você deveria…”, muitas vezes colocados como obstáculos em nosso caminho. Quantas vezes não avançamos por causa disso? Quantas coisas perdemos por medo de perder?

Alimentar nossos medos nos atrapalha

Acontece que, às vezes, o lenço que usamos para limpar essas partículas de medo, em vez de removê-las, nós deixamos tudo cada vez mais complicado e de difícil remoção. Bem, a solução, estratégia ou alternativa que escolhemos, em vez de apaziguar o nosso medo, alimenta-o e torna-o mais forte.

Como quando você diz a alguém que está enfurecido para se acalmar e isso aumenta sua raiva às vezes ou quando nos dizemos para não pensar sobre o que eles fizeram para nós ou a situação que nos preocupa e no final acabamos aumentando nosso grau de preocupação.

As partículas de medo que aparecem em nossas vidas nos fazem parecer míopes para as circunstâncias que nos acontecem e caminhamos pela névoa, batendo, a meio caminho entre a confusão e a incerteza.

Lutar contra o medo nos desgasta

Outras vezes parece que tomamos um impulso contra o medo … lutamos e lutamos contra ele de mil e uma maneiras diferentes, mas quase todas elas nos levam a derrota. Porque quando se trata do medo, em vez de atingi-lo, é necessário compreendê-lo e aceitá-lo, descobrir o que está acontecendo conosco.

E às vezes é o próprio medo que nos pega e ficamos com as manchas de expectativas e suposições; Imaginar um futuro incerto, mas tão vivo para nós nesses momentos que é assustador … e é aí que começamos a perder coisas, pessoas ou experiências por medo de perdê-las …

As consequências do medo de perder

Por medo de perder, você foi capaz de mudar suas escolhas. Por medo de perder, você foi capaz de ficar onde está e se acomodar; por medo de perder, em vez de arriscar, você permaneceu na segurança do conhecido … por medo de perder, você optou pelo silêncio em vez de palavras; por medo de perder, você fez tantas coisas para evitar perder alguma coisa ou alguém que, às vezes, foram apenas as condições que causaram isso e fizeram você perder seus objetivos…

Nunca deixe de fazer algo por medo de perder. Nem por nada, nem por ninguém… nem mesmo por si mesmo. O maior perigo encontra-se em não tentar por medo de perder.

Tenha em mente que o medo surge do desconhecido, da crença de que não podemos controlar algo, alguém ou a nós mesmos.

O medo nos faz perder e perder nos deixa com medo.

Nosso medo é apenas um sinal que indica que algo está acontecendo dentro de nós, mas não devemos nos deixar vencer por isso. É uma projeção do futuro, é o poder da nossa imaginação em progresso antecipando as situações e as nossas experiências, provavelmente porque uma vez não aconteceu como esperávamos.

O medo de perder está localizado em um futuro que não existe e que nós apenas damos força à nossa mente, tornando impossível alcançar nossos sonhos e nos fazendo perder as infinitas possibilidades. Esta situação implica uma vida cheia de perdas de todos aquilo que não tentamos, resultando na perda da nossa própria vida, porque isso só ocorre no presente, sendo o futuro um mistério.

Viver com medo não é se permitir viver e desaprender a possibilidade de viver desconectado do que acontece aqui e agora. Portanto, vá viver!

Eu posso garantir que você não terá perdas pelo caminho, isso é impossível. Mas você terá aprendido a viver mesmo apesar delas, a lutar pelo que quer e, o mais importante, a não se trair.

Artigo adaptado e editado do site La Mente es Maravillosa
Imagem de capa Pexels

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here