Oi, tudo bem? Essas palavras são para você que teve a sorte, a intensidade, o respeito, a coragem, a paciência, a maturidade e a naturalidade de entrar na vida de alguém e resolveu ficar.

São para você que descobriu que a pessoa certa é a pessoa que você escolhe e se compromete a compartilhar pequenos e grandes momentos.

São para você que entendeu que o amor às vezes é passar por dias complicados ao lado de alguém e ainda assim descobrir novos motivos para querer permanecer junto dela.

São para você que aprendeu que o amor não é um ato inconsequente, que ele necessita ser reinventado e admirado pelos envolvidos.

São para você que gosta de ouvir aquela risada inesperada, para você que repara nas imperfeições de quem soma contigo e as acha perfeitas, inesquecíveis.

São para você que ama enroscar os pés, que senta na cama bagunçada para organizar os boletos, que prefere uma noite de pizza no lugar de um textão na internet.

São para você que vê o amor como passagens numa jornada que antes de se fazer companhia, também é individual e cíclica. Para você que é presença e permissão para a sua pessoa certa, não deixe de valorizar esses momentos. Eles são tudo.

***

Imagem de capa meramente ilustrativa: ‘Amor à segunda vista’, de Hugo Gélin Foto: Divulgação

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Guilherme Moreira Jr
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

1 COMENTÁRIO

  1. A pessoa mais certa ou errada que você poderia encontrar, já encontrou: é VOCÊ mesmo. Ninguém será mais certo ou não para o que você deseja e pessoas se frustram quando jogam todas as fichas em um ser humano, sujeito à desistências e falhas, porque distante do modelo com que sonharam e nada parecido com o que se julga precisar para suprir carências afetivas, realizar sonhos e curar machucados de relacionamentos conturbados que ainda doem. Ninguém conseguirá essa proeza de ser a pessoa certa pra você, pelo simples motivo de que ela também espera de você a mesma coisa: a certeza no imprevisível, a segurança na dúvida, a estabilidade no impermanente e a eternidade na finitude. Às vezes acontecem esses encontros “para sempre”, mas são raros, melhor não contar com a sorte e tentar achar pessoas, nem totalmente certas nem totalmente erradas, nem anjos nem demônios, capazes de lhe ensinar o que não sabia e aprender com você o que precisa para acertar mais e errar menos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here