A empresa escocesa Cuantec está desenvolvendo um recipiente biodegradável feito de conchas de moluscos. O objetivo é criar um substituto natural para o plástico.

O material final deve ser totalmente compostável e capaz de biodegradar-se dentro de 90 dias. O produto é feito de mariscos que permanecem depois de serem processados ​​como lagostas, o produto usa uma matéria-prima natural conhecida como quitina.

Por meio de um processo de fermentação semelhante à fabricação de cerveja, a quitina é transformada em um produto mais solúvel, chamado quitosana. Dá vida a embalagens transparentes que podem substituir naturalmente o plástico e que, segundo a empresa, aumentariam a durabilidade dos alimentos embalados.

De acordo com o site da Fish Farming Expert, a vida útil de um salmão embalado no produto Cuantec pode aumentar em até 40%. Além disso, o material pode estar pronto para venda até o final de 2020.

O que você acha deste método de embalagem? Você acha que isso resolve o problema da comida e do lixo plástico?

Fonte indicada: Nation

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here