O vitiligo é uma doença que causa a perda de pigmentação da pele em certas áreas e atualmente afeta 1% da população mundial, segundo dados da Organização Mundial da Saúde.

Algumas das causas por trás são herança genética, autoimunidade e até estresse.

Rune Hellestad/UPI

Desde a década de 1970, os médicos cubanos desenvolvem um tratamento para eliminar o vitiligo de forma segura e eficaz. Apesar dos vários anos que se passaram, na Universidade de Havana, eles descobriram uma substância estimulante da pigmentação da pele, que eles usaram para criar o medicamento Melagenin Plus.

O extrato estimulante de melanina, proteína responsável pela pigmentação, foi descoberto graças ao estudo do metabolismo de placentas mantidas vivas em condições de laboratório. O Dr. Carlos Miyares Cao, especialista em ginecrosbetría e professor de farmacologia foi o responsável.

Freepik

O tratamento mostrou 86% de eficácia, segundo relatos. Não produz efeitos colaterais e poder ser aplicado tanto em crianças como em idosos. No entanto, existem vários fatores que influenciam a eficácia da medicação, como idade, cor da pele, porcentagem de área corpórea acometida, tempo de evolução da doença e áreas do corpo prejudicadas.

Por três dias consecutivos, o procedimento é realizado no Centro Placentário de Histoterapia em Havana, Cuba. Se você não reside no país ou na cidade, os médicos recomendam aguardar cinco dias para alcançar um resultado eficaz.

Fonte indicada: UPSOCL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here