Durante os 50 anos em que estiveram juntos, Judy e Jerry Griffin contaram a cada um de seus amigos e familiares sua magnífica história de amor de como se conheceram a caminho do histórico festival de música de Woodstock em 1969.

A partir daquele momento eles nunca se separaram, e embora seja uma grande história de amor – como um filme – o casal nunca poderia provar fisicamente o encontro daquele dia. “Nós dois tínhamos câmeras, mas nenhum de nós tirou a foto”, disse Jerry.

Bem, até agora. Uma fotografia deles no meio do festival acaba de aparecer. E eles também decidiram recriá-la.

PBS/WARNER BROTHERS

No primeiro dia do festival, em 15 de agosto de 1969, Judy quebrou o carro a mais de 100 quilômetros do local. Então junto com duas outras pessoas que ele conheceu lá, ela decidiu pedir uma carona.

Jerry e seus amigos estavam passando de carro e quando eles a viram, pararam. Quando Judy subiu, o então jovem pensou que o que estava acontecendo era bastante “incomum”, disse ele à People. “Acabamos de pegar essa garota muito bonita. E vou a Woodstock e tenho uma tenda e ela não”, disse o homem, agora com 72 anos.

Aquela primeira viagem juntos foi o começo de uma vida compartilhada: 50 anos de casamento, dois filhos e cinco netos.

Ben Trivett

E apesar de ser uma ótima história, eles nunca tinham visto uma foto deles, mas graças ao novo documentário da PBS, Woodstock: Three Days que definiu uma geração, você vê uma imagem de Judy e Jerry enrolada embaixo de um cobertor encharcado.

“Há 50 anos procuramos uma foto de nós mesmos e, do nada, aparece uma. Nós nos conhecemos há menos de 48 horas quando essa foto foi feita”, disse Jerry.

Depois de tirar essa foto, o casal de Nova York rapidamente descobriu que eles tinham muito em comum e também se mudaram para a Califórnia. Cinco meses após o festival, fizeram as malas e foram para Los Angeles, onde Jerry começaria a faculdade de direito.

Os Griffin finalmente se estabeleceram em Manhattan Beach, onde vivem há 40 anos e se casaram em dezembro de 1975, embora nunca celebrem esse dia como um aniversário.

“Sempre comemoramos 15 de agosto, que também é meu aniversário e o dia em que nos conhecemos como nosso aniversário”, diz Judy, professora de arquitetura e design de interiores. O festival icônico sempre terá um lugar especial em seus corações.

Matéria extraída do site UPSOCL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here