Famílias podem ser constituídas de maneiras diferentes. Ter dois pais do sexo masculino não tem nada de errado. Eles podem criar filhos maravilhosos da mesma maneira que uma união heterossexual faria. A orientação sexual não define a capacidade de exercer a paternidade de uma boa maneira. Se um casamento gay pode dar uma melhor qualidade de vida às crianças que não possuem um lar, ninguém aqui tem o direito de julgá-las.

Seis irmãos foram adotados por um casal gay em Pittsburgh, Estados Unidos. As crianças passaram quase meia década em lares adotivos diferentes e não queriam se separar por nada no mundo. Ninguém havia dado uma chances para os irmãos até esse casal fazer a diferença na vida delas.

Carlos, Lupe, María, Selena, Nasa e Max finalmente encontraram um lar após cinco anos de busca na família, consistindo no casamento de Rob e Steve Anderson-Mclean.

Today Show

Rob comentou ao Today que desde que ele viu o grupo em uma foto, ele sabia que eles seriam seus filhos. Eles os adotariam juntos para não quebrar o forte vínculo que eles têm.

“Vimos a foto deles e nos apaixonamos. As pessoas querem adotar apenas os mais novos, então Steve e eu sabíamos que essas crianças tinham que ficar juntas.” -Rob Anderson-Mclean para o Today

Steve Anderson-McLean

O mais velho dos irmãos é Carlos, 14 anos, que não pôde esconder a grande felicidade que sente por sua adoção: “Finalmente tenho a minha família de verdade”.

Steve Anderson-McLean

De acordo com Rob e Steven, o mais novo, 7, tem medo de ser devolvido ao lar adotivo onde morava. Tantas idas e vindas em diferentes famílias levaram-no a desconfiar dos adultos.

“O mais novos nos perguntou se íamos devolvê-los ao centro de adoção onde moravam antes. Nós juramos que eles sempre serão nossos filhos”. -Roy e Steve Anderson-Mclean para o Today

Os primeiros dias foram para passar tempo com eles, então eles levaram para o zoológico. Lá eles entenderam que era importante para as crianças que a adoção se tornasse realidade.

Steve Anderson-McLean

“Entretenimento era algo novo para eles. Os adultos os desapontaram tantas vezes na vida que ficaram nervosos porque a adoção não aconteceu.” -Rob e Steve Anderson-Mclean para Today

Não é a primeira vez que o casal enfrenta a educação, já que eles cuidaram dos dois filhos de um deles, fruto do casamento anterior, que hoje têm 21 e 25 anos.

Steve Anderson-McLean

Embora o grande medo de Rob e Steve fosse o que os meninos pensariam quando percebessem que eram gays, a verdade é que nenhum deles se importava. Um exemplo claro de que amor é amor, independentemente da orientação sexual. As crianças são felizes e gratas a sua nova família e elas crescerão em uma casa cheia de amor, como sempre sonharam.

Fonte indicada: UPSOCL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here