“Em dias de crise é preciso se reinventar!” Essa velha máxima pode parecer clichê motivacional, ou discurso pronto de palestras sobre empreendedorismo, mas algumas pessoas que vivem suas próprias crises – juntamente com a crise financeira que o país atravessa – estão sendo obrigados a rever seus conceitos e colocar em prática este conselho. É o caso do paranaense Luiz Henrique Mendes, de 31 anos, que vem fazendo sucesso em Curitiba e Região Metropolitana com uma função não muito comum, a de ‘diaristo’, como ele mesmo prefere chamar.

Luis contou ao G1 que, como aprendeu a limpar a casa e fazer as tarefas do dia a dia desde pequeno, resolveu ganhar dinheiro com isso. Além de tudo, ele diz que sempre admirou o trabalho das diaristas.

O trabalho de limpeza nas casas tem sido o único ganha pão de Luis desde que ele perdeu o emprego. Segundo o ‘diaristo’, as clientes gostam tanto do capricho, que ele ultimamente está com a agenda lotada.

Homem trabalha como diaristo em Curitiba e Região — Foto: Reprodução/RPC

A diária, segundo Mendes, custa entre R$ 160 e R$ 200. O preço varia conforme a quantidade de horas trabalhadas.

“Eu limpo tudo. A única coisa que eu não faço é lavar e passar roupa. Eu faço na minha casa, mas na casa dos clientes eu respeito porque acho que é uma questão muito íntima”, explicou.

Luis deixou o preconceito de lado e resolveu arregaçar as mangas para enfrentar a crise, e faz isso com orgulho e um sorriso no rosto, um exemplo pára todos nós!

***

Redação CONTI outra. Com informações de G1

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




REDAÇÃO CONTI outra
Parceria editorial com a redação do site CONTI outra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here