“Todos nascemos com pequenas luzes dentro que estão esperando o momento de serem ligadas ou desligadas. Quando algo triste acontece conosco, uma luz se apaga. E quando algo de bom acontece para nós, outra luz se acende”.

Muitas vezes, como todo ser humano, nos preocupamos com tais problemas mínimos, tais aborrecimentos insignificantes, que não somos capazes de ver que cada evento em nossas vidas que é importante ou irrelevante acontece por alguma razão especial.

No momento de angústia ou êxtase de alegria, ficamos completamente cegos, vendo apenas o que acontece no momento e, surpreendentemente, é bom deixar-se levar pelas paixões! É um sentimento pleno sentir toda emoção completamente, sem perguntas ou complicações. Chorando, esvaziando o dilúvio que nos sufoca, rindo, deixando corpo e alma naquele ato cheio de felicidade, ficando com raiva do limite, amando cada parte da outra pessoa, sentindo medo, ansiedade, diversão.

Mas e as pequenas luzes? Aquelas que foram colocados dentro de nós uma por uma, especiais e únicas para cada pessoa. “”Todos nascemos com pequenas luzes dentro que estão esperando o momento de serem ligadas ou desligadas. Quando algo triste acontece conosco, uma luz se apaga. E quando algo de bom acontece para nós, outra luz se acende. É assim que é constantemente”.

E é disso que a vida é. As luzes podem acender ou desaparecer, mas elas estão sempre lá esperando para guiar o caminho, está em si mesmo para tentar segui-las ou não. No amor acontece a mesma coisa. As luzes nos levam à pessoa certa ou errada, se é correto bem vindo! O que é melhor do que manter todas as luzes acesas, mesmo que seja um momento com um beijo ou uma boa palavra? E se a pessoa está errada, não há outra coisa senão desligar as luzes por um momento e deixá-las esfriar.

O que é verdadeiramente verdade é que essas luzes, além de serem boas guias, também são inteligentes, e todas as estradas, todas as pessoas e situações deixam algo em nossas vidas e em nossas histórias.

E … se você encontrar alguém que te ame, mesmo com suas luzes apagadas, então você encontrou a pessoa certa.

Via Rincón del Tibet
Imagem de capa meramente ilustrativa do filme A Culpa é das Estrelas

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here