O que é o ressentimento?

Esse sentimento não permite que as pessoas alcancem um avanço emocional em suas vidas, uma vez que elas permanecerão sempre situações negativas, sentindo uma raiva ou desgosto constante ao ponto de se tornarem ressentimentos.

É por isso que, se o que você quer é seguir em frente em paz e encarar o futuro, você deve tomar medidas que lhe permitam eliminar na raiz o ressentimento de sua vida. A primeira coisa que você deve fazer é identificar a causa do ressentimento, reconhecer a situação que causa dor e raiva.

Acredite ou não, o ressentimento se liga você à pessoa que você sente que você ofendido ou causou-lhe danos, o ressentimento é um nó difícil de desatar, se você deixar que os dias passam, e que o tempo não Brindas dar-lhe a chance de encontrar a solução que liberta você, chegará o momento em que você terá um emaranhado de sentimentos conflitantes que não permitirão que você limpe seu horizonte.

É inegável que, muitas vezes, você pode sentir que para algumas pessoas não há perdão, talvez você sente que o dano era enorme e esta pessoa não merece o seu perdão, sem perceber que a principal e única afetou.

É por isso que, mesmo que você se negue, você deve quebrar a pesada cadeia de ressentimento e dar a si mesmo a oportunidade de viver o maravilhoso prazer da liberdade.

Então, é hora de aprender as estratégias que irão ajudá-lo a se libertar do ressentimento cruel que agarra você, arrasta você e faz de você um prisioneiro de ódio.

Passos para acabar com o ressentimento

1) O passo mais importante que lhe permitirá ir para o perdão é reconhecer, aceitar que você sente ressentimento, ressentimento e talvez até ódio

2) Pare de se tornar a vítima, se alguém o ofendeu ou se sente humilhado, levante-se e siga em frente, ainda há muito a experimentar e pessoas a conhecer.

3) Evite trazer essa memória ou aquela pessoa que causou uma ofensa em sua memória, tenha em mente que a ofensa não será mais apagada do seu passado, mas você tem o poder de eliminá-la do seu futuro.

4) Tenha em mente que o ressentimento não vem sozinho, acompanhado de dor, raiva e frustração, e esses sentimentos são o terreno fértil para a doença, ou seja, o ressentimento vai acabar prejudicando sua saúde. É assim que uma doença psicossomática começa.

5) Não se estresse, deixe o ressentimento, ande, faça exercícios, leia um livro, suba uma montanha, desfrute de uma caminhada, sinta-se livre para realizar atividades que limpem sua mente e sentimentos desagradáveis.

6) Não pense apenas no mal que aconteceu com você, traga à sua memória as boas lembranças, as pessoas importantes para você, que, você se priva de prazer por estar chateado e amargurado por coisas que fazem parte do passado.

7) Atreva-se, escreva uma carta para aquela pessoa, na qual você expõe tudo o que sente e quão ruim você se sentiu, então lhe conceda perdão, e perdoe a si mesmo também por ter perdido tanto em tão pouco.

8) Alimente sua auto-estima, lembre-se de que as ofensas entram em vigor quando nossa auto-estima é vulnerável, se ama, se valoriza e entende que as pessoas só o prejudicarão se você permitir.

9) Diga a alguém em quem você confia que a situação pela qual você está passando, às vezes sendo ouvida, permite que você se liberte de um grande peso que você não é capaz de carregar sozinho.

10) Finalmente, mas não menos importante, lembre-se de que também ofendemos muitas vezes, ou alguém pode sentir que o ofendemos, então ninguém está isento. Perdoe e você receberá perdão “lembre-se que do que você semeia, você colherá”.

Tradução do site lavidalúcida
Imagem de capa: pexels

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here