Tornar-se um escravo do dinheiro é um dos eventos mais comuns para essa humanidade. Substituímos praticamente tudo em nossas vidas para a produção de dinheiro. É também a maneira mais eficaz de chegar a outros lugares, como tem sido a obstinação do homem em sua ânsia por dinheiro. Há poucos corações que não são corrompidos pelo dinheiro, deus ouro.

Quando permitimos que o dinheiro seja o único fim de nossa vida, nos entregamos à paixão revolucionária que ele desperta e as vantagens materiais que ele nos dá, mas, como é de se esperar, não é um prazer eterno, o dinheiro conhecido por proporcionar grandes prazeres, mas também é a principal causa de terríveis perdas e infortúnios.

Nós não podemos estar à mercê do dinheiro, há muitas coisas que dão plenitude à vida, que nem todo o ouro no mundo pode cobrir, no entanto, nós insistimos em isolar-nos, nos regozijando sobre os prazeres efêmeros do dinheiro e não percebemos que pode transformar nossa vida em uma ilusão, que também nos faz perder o que é realmente importante e, no final, quando percebemos isso, pode ser tarde demais.

Todo mundo decide sobre o que basear sua vida, o que priorizar e sabe exatamente o que os torna felizes, sem dúvida, o dinheiro é um meio, que também nos permite sobreviver em um mundo de expiação como é o planeta Terra, mas não devemos nos perder mundo e ignorarmos a nossa vida se ele tira o nosso centro, o nosso foco.

De todas as coisas que podem vir a dominar nossa vida, o dinheiro é uma dos piores, envolve nossas emoções, varre dignidades e esquece a compaixão e a consideração pelo resto do mundo, o domínio do dinheiro, é um domínio de instintos e paixões que raramente nos dão espaço para outra coisa.

Devemos aceitar que o dinheiro é necessário, que é de fato um meio de resolver certas coisas, mas não pode ser nosso único objetivo na vida, porque um fim triste e solitário nos aguardará, se assim não for, teremos apenas a frivolidade daqueles que eles acrescentaram à nossa vida, por dinheiro.

Via Rincón del Tibet

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here