As palavras são importantes mecanismos de expressão, através delas podemos tocar as fibras mais sensíveis de alguém, podemos trazer à sua mente imagens vívidas, podemos semear esperança ou ferir profundamente. A palavra é, sem dúvida, um recurso imediato para transmitir o que sentimos ou pensamos, nossas promessas, nossos medos, nossos segredos e tudo o que nossa mente e coração guardam.

Eles não podem ser recolhidos, uma vez pronunciada, uma vez gerada uma ferida, pode ser perdoada, mas dificilmente esquecido, por isso devemos tomar cuidado, devemos assistir a partida de nossos lábios, sempre garantindo que elas contribuem com algo positivo, mesmo em tempos de crise… paciência e esperança, quem pode dizer como o nosso coração está acelerado na presença de alguém que possa dar conselhos que acreditamos importante. Não negligenciemos nossas palavras, porque elas são um reflexo do que pensamos e normalmente a base de eventos em nossas vidas.

Na verdade, a palavra é de grande importância, mas os gestos são o que realmente falam sobre nós, o que nos fará ficar na vida de alguém ou deixá-lo pela porta dos fundos. Nossos gestos definem em grande parte o que somos, aqui não é suficiente a intenção, mas a capacidade de agir, o compromisso e a disposição para executar ações.

Certamente o ideal é que nossos gestos sejam congruentes com nossas palavras, mas se escolhermos, a maioria se conformaria com os gestos, independentemente da ausência de palavras. De que servem palavras que adoçam nossos ouvidos, se as ações amarguram nossas vidas?

Falar pode ser simples, a ação exige esforço, um maior investimento em energia, e é por isso que muitas pessoas permanecem em palavras, prometem e se dispersam facilmente. Somente quem é capaz de agir, assumir um compromisso, ser quando necessário, é quem consegue aninhar-se no coração de outra pessoa.

Não deprecie a palavra, será sempre positivo expressar-se verbalmente, dizer o que gostamos, o que valorizamos, o que preferimos ter longe … É importante dizer que amo você, sinto sua falta, você é importante na minha vida … As promessas são importantes , intenções, acordos … Esclareça dúvidas, faça perguntas, conheça-se … Tudo isso é vital e é conseguido em grande parte através de palavras, algumas que vamos pronunciar com facilidade e outras que ficarão presas na nossa garganta … Vamos aprender a dizer, mas especialmente aprendemos a fazer, a materializar, a concretizar, a deixar nossa marca com ações que o vento não pode apagar.

Por: Sara Espejo – Rincón del Tibet, adaptado por A Soma de Todos os Afetos

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here