Qualquer pessoa nesse Universo está sujeita a se iludir, decepcionar-se, se enganar, ser feita de trouxa, etc. Isso se aplica aos doutores e analfabetos. Quando temos um bom coração e, agimos com boa fé, tendemos a esperar isso das outras pessoas também. De certa forma, lemos os outros com as nossas lentes.

Eu penso que se você foi enganado uma pessoa uma única vez, você deve entender que isso acontece com qualquer pessoa, a culpa não foi sua. Porém, se essa mesma pessoa te engana outras vezes, você deve assumir toda a responsabilidade. Há situações em que a pessoa deixa claro as intenções dela, ela mostra todos os sinais de que não é confiável, mas não adianta, o outro insiste em acreditar que com ele será diferente.

Há casos em que a pessoa já traiu, já roubou, já pegou dinheiro emprestado e não pagou, já mentiu e, já agiu de má fé várias vezes. E o outro continua confiando e se queixando a cada decepção, como se fosse a primeira vez. Nesses casos, não há espaço para queixas para quem foi vitimado, afinal, ele permitiu aquele dissabor.

Nem todas as pessoas merecem uma segunda chance, há casos em que elas não merecem nem a primeira. Se alguém se aproxima de você propondo um vínculo amoroso e, você já conhece todo o histórico de relacionamentos dele que, por sinal, envolve traição, agressão, calote, abandono de filhos etc, o que você vai esperar dessa pessoa? Se você decide acreditar que ele(a) será diferente contigo, e a história se repetir, você vai poder culpar o destino ou colocar a culpa no azar? De jeito nenhum, a culpa será sua por ter feito vista grossa a todas as evidências de que ele(a) era uma roubada.

Existem pessoas que só enxergam o que lhes convêm. Há casos em que os hormônios assumem o lugar do discernimento e, as consequências são irreversíveis. Muitas de nossas mazelas acontecem com a nossa permissão, precisamos de muita maturidade para aceitarmos isso. Os sinais estavam lá, mas a nossa teimosia falou mais alto.

***

Imagem de Stefan Keller por Pixabay

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Ivonete Rosa
Sou uma mulher apaixonada por tudo o que seja relacionado ao universo da literatura, poesia e psicologia. Escrevo por qualquer motivo: amor, tristeza, entusiasmo, tédio etc. A escrita é minha porta voz mais fiel.

2 COMENTÁRIOS

  1. Verdade é como se tivesse dopada vc vê tudo parece que não tem reação, derrepente vem a gota d’água vc acorda é horrível vc fica com ódio de vc mesmo e fica se perguntando pq? Permitiu tudo isso o amor nos deixa cego e trouxa

  2. A culpa é toda nossa, sim, porque da primeira vez em que nos enganaram, estávamos distraídos mas da segunda vez em diante, deveríamos estar atentos em nosso próprio benefício. Portas arrombadas precisam de trancas mais seguras e corações saqueados precisam ser defendidos ou serão saqueados de novo. Seja por carência, baixa auto estima ou seja lá que nome tenha isso, seremos culpados ao invés de vítimas, quando nos enganam e nos espoliam à vontade, sinal evidente de que não aprendemos a lição e seremos ensinados de novo pela vida, não mais na condição de alunos mas de réus, agora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here