A infelicidade tornou-se uma realidade bastante comum em nossa vida diária. Basta sair um dia para dar um passeio e perceber que a maioria das pessoas realiza suas atividades diárias monotonamente.

Fadiga, desapontamento e conformidade podem ser vistos na maioria dos rostos que nos atendem nas instalações, escritórios ou prédios que visitamos todos os dias. Mas a pior parte é nos vermos no espelho e perceber que em nossa face retornamos o mesmo sentimento triste: não somos felizes.

Geralmente, quando percebemos que não somos felizes, a primeira coisa que queremos fazer é pular para o outro extremo e mudar completamente . Isso não é uma coisa positiva, uma vez que os extremos nunca são bons e, em vez de nos ajudar, isso acaba nos prejudicando.

Então, nessas circunstâncias, o que podemos fazer para resolver nossa infelicidade?

1. Identifique a causa de sua infelicidade

A infelicidade é aquele sentimento que nasce quando não estamos onde queremos estar. Ou seja, quando estamos conscientes de que gostaríamos de estar fazendo outra coisa, compartilhando nossa vida com outras pessoas ou simplesmente perseguindo nossos sonhos , invariavelmente nos sentiremos infelizes. Identificar essas causas nos permitirá dar o primeiro passo: tomar a decisão de mudar para chegar onde queremos.

Pergunte a si mesmo, por que eu não estou fazendo o que eu quero? Muitas vezes, vivemos a vida que os outros querem que vivamos. Mas e se quisermos viajar por outras estradas? Nós podemos escolher. Nossa vida é um papel em branco. Nós começamos a escrever sobre ele.

2. Defina o que você quer

Você já sabe que o que você tem ou faz não o faz feliz, e se eu o fizesse? Responder a essa pergunta pode levar muito tempo, causar muitas dúvidas e medos e dar a sensação de que é mais fácil continuar do mesmo jeito. É certamente mais fácil não mudar, mas antes de terminar este exercício, analise se vale a pena fazer o esforço para ser feliz ou se contentar com o que você tem.

3. Transforme suas metas em um plano

Quando você já sabe o que realmente pode fazer você feliz, será hora de criar um plano . Ou seja, se você não gosta do seu trabalho e quer ser um empreendedor, seria melhor não sair imediatamente do emprego. Em vez disso, você pode se concentrar em seu trabalho durante o horário de trabalho e na criação da sua empresa no seu tempo livre. É sobre ser feliz, não colocar o seu bem-estar ou a vida em perigo.

«Um objetivo é um farol. Quem quer que tenha um objetivo claro nunca será alcançado na noite da indecisão “. -Andrew Corentt-

4. Siga atrás de seus objetivos passo a passo

Chegar onde você está agora foi um processo gradual e fazer as mudanças que te fazem feliz também será um processo gradual , então você precisa se dar tempo para mudar cada aspecto e desfrutar da felicidade que lhe dá. Caso contrário, é muito provável que você acabe machucando os outros com suas palavras ou tendo sérios problemas com seu parceiro ou amigos.

Cada decisão que tomamos afeta nossa vida e como nos sentimos sobre isso. Por essa razão, ser feliz ou não depende apenas de nós e da determinação de viver como realmente queremos ou mudar de rumo quando necessário.

«Dê-se um momento para mudar o rumo da sua vida». -Hernán Sabio-

Se nos sentirmos vítimas das circunstâncias, se acreditarmos que não podemos mudar a direção da nossa vida, estaremos totalmente perdidos e nunca seremos felizes. Antes de começarmos a tomar medidas, devemos saber o que queremos, onde queremos ir e o que gostaríamos de fazer.

Não precisamos voltar nossos olhos para ninguém, nem buscar a aprovação de ninguém. Vamos dar uma resposta e começar a caminhar em direção a ela. Ser feliz deve sempre ser nossa prioridade.

TEXTO TRADUZIDO DE LA MENTE ES MARAVILLOSA

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

  1. Quando não estamos felizes, basta fazer felizes os outros que a nossa tristeza passa. Identificar a lágrima no rosto alheio para estanca-la, faz com que nosso sorriso volte. “É preciso aprender a nutrir-se do amor que se dá, não do amor que se recebe”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here