A União Europeia aprovou com 560 votos a favor, 35 contra e 28 abstenções a diretiva que proíbe definitivamente a utilização de pratos, talheres, canudos e cotonetes. O banimento destes produtos que são uns dos maiores algozes do meio ambiente, passa a valer a partir de 2021.

O acordo prevê que produtores de filtros de cigarro que contém plástico deverão cobrir os gastos da coleta pública de cigarros despejados no ambiente. Da mesma maneira, os produtores de artigos de pesca perdidos no mar deverão arcar com os custos da coleta.

A diretiva estipula ainda que informações sobre o impacto ambiental da dispersão de cigarros com filtros plásticos na rua devem, obrigatoriamente, estar presentes nos rótulos dos produtos.

(FOTO: JUSTIN HOFMAN/WILDLIFE PHOTOGRAPHER OF THE YEAR)

A expectativa é de que a nova legislação reduza os danos ambientais em 22 bilhões de euros, o custo estimado da poluição por plásticos na Europa até 2030. Hoje, a Europa recicla apenas cerca de um quarto das 25 milhões de toneladas de resíduos plásticos que produz todos os anos.

***

Com informações de Greenme- Greenme

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




REDAÇÃO CONTI outra
Parceria editorial com a redação do site CONTI outra.

1 COMENTÁRIO

  1. Contra a proibição devem estar os fabricantes de sacolas plásticas e toda a gama de utensílios homicidas que descartamos para matar, por controle remoto, flora e fauna. Todos os diretamente interessados em que nada mude porque está bom para eles do jeito que está, animais que se danem, nada a ver com eles, certamente estão com o rabo preso nos interesses financeiros deles, fácil deduzir isso ou então não haveria nenhum voto contrário à medida e nenhuma abstenção dos que jogam fora a toalha porque não têm competência de terminar a luta. Bela medida essa, super bem intencionada mas já é muito tarde. Baleias, golfinhos e tartarugas estão morrendo agora, não vão conseguir esperar que oceanos sejam limpos, que rios e nascentes se despoluam de humanos poluidores e suas parafernálias demoníacas que matam inocentes à distância, com seus embrulhos teleguiados que estômagos não conseguem digerir nem intestinos defecar. Acordamos muito tarde, com o sol do meio dia adentrando o quarto dos preguiçosos que sonhavam em comprar coisas que não iriam usar mas iriam matar, quando deletadas. Acordamos muito tarde achando que vai dar tempo, que a baleia grávida conseguirá parir o seu bebê, nutri-lo e apreciar seu crescimento como qualquer mãe encantada sobre o berço do seu filho. Matamos os dois, agora é tarde, que Deus nos perdoe.
    https://www.portalsaofrancisco.com.br/meio-ambiente/decomposicao-do-lixo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here